Rio de Janeiro será palco do maior festival digital de e-Sport

16/04/2019


DreamHack promete ser uma grande atração para os amantes dos games.

Nos dias 19, 20 e 21 de abril, o Rio de Janeiro sediará a DreamHack Rio, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

Leia também: Machismo ainda impera no mundo dos e-Sports.

Milhares de gamers estarão presentes para vivenciar o maior evento de festival de estilo de vida de esportes eletrônicos do mundo.

O evento contará com campeonato de Counter-Strike:Global Offensive (CS:GO) profissional, além de outros torneios semiprofissionais e muitas atrações tecnológicas.

O local do evento será na Arena Carioca 1, onde irá acontecer o DreamHack Open, que já realizou mais de 35 torneios e distribuiu mais de U$ 2,3 milhões em prêmios para os melhores jogadores do mundo.

Nessa grande disputa, entram quatro times brasileiros de peso - Fúria, Sharks, INTZ e W7M, ao lado dos estrangeiros AGO Esports, Avangar e eUnited. Como recompensa, US$ 100 mil (R$ 387 mil) em prêmios.

Junto a isso, presença de cosplays e experiências gamers com torneios semiprofissionais. Sem falar do showmatch que será realizado entre dois times de peso, o Flamengo Esport e a Intz Esport Club, que serão um verdadeiro espetáculo mostrando suas habilidades no game mais jogado no mundo, o League of Legends.

O Desafio Sulamericano da Confederação Brasileira de Games e Esports (CBGE) será sediado na DreamHack Rio. O torneio de League of Legends será disputado entre as equipes representantes da Federação do Estado do Rio de Janeiro (Ferjee), Federação de Esportes Eletrônicos de Santa Catarina (Feesc), Federação do Estado de Sergipe de Esporte Eletrônico (Feseee), Federação do Estado da Bahia de Esporte Eletrônico (Febaee), sendo estas Heroes of the Universe BR (HUE BR), Alvinho e os Esquilos, Team Solid e Nocaute Esports, respectivamente.

Tais equipes foram predefinidas em campeonatos realizados por suas federações, além dos times da Argentina e Chile.

O Desafio da CBGE será realizado em 3 etapas. Na primeira fase, os times se enfrentarão em Melhores de 1, cada time se enfrentará pelo menos 1 vez no dia 19 e 20, em um sistema de pontos. As duas equipes que alcançarem o melhor resultado se enfrentarão na final numa melhor de 3, no dia 21.

E ainda, a DreamHack contará com a Lan Party (byoc), é o coração do evento. Nesse espaço, os visitantes poderão se conectar por uma rede de alta velocidade, levando e utilizando o seu próprio computador ou console, e aproveitar os três dias de jogos em competições e demais atrações. Será montado uma estrutura onde os gamers poderão se aventurar.

O evento ainda contará com a Zona Expo, onde os players poderão visitar grandes marcas e fazer suas compras. Além disso, a área comum do parque, onde ficará a praça de alimentação.

A DreamHack Rio tem como principal parceiro a Federação do Estado do Rio de Janeiro de Esporte Eletrônico (Ferjee). O objetivo é fomentar as diversas áreas do esporte eletrônico, buscando inovar e unificar esses diferentes ramos, dando espaço para todas as tribos.

"A diversidade de modalidades que temos no esporte eletrônico nos traz a possibilidade de juntar todos eles em um lugar só. E é isso que a Ferjee quer proporcionar para os visitantes da DreamHack Rio: experiências únicas.", afirma o presidente da Federação, Paulo Roberto Ribas.

Para mais informações, siga @DreamHackBR no Twitter, @dreamhackbr no Instagram e DreamHackBR no Facebook, ou acesse aqui.

Fonte: Redação.

TAGs: dreamhack esportes esports evento-esportivo marketing-esportivo