Desde 2013, o Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem mantém parceria com a Embaixada da França no país com o prêmio Cine França Brasil e outras iniciativas.

Curta Brasília leva filmes à Cinemateca Francesa em Paris

19/05/2017

 Desde 2013, o Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem mantém parceria com a Embaixada da França no país com o prêmio Cine França Brasil e outras iniciativas.

Por meio de comissão franco-brasileira, o representante de um curta-metragem participante da mostra competitiva do festival - que acontece todos os anos em dezembro - é escolhido para participar de um intercâmbio cultural na França no contexto de festival para qualificação técnico-artística.

O vencedor do prêmio em 2016 foi o filme ‘O Estacionamento’ e seu diretor, William Biagioli, estará na Cinemateca Francesa em Paris para acompanhar a sessão especialdo dia 29 de maio: ‘Curta Brasília: Descoberta do Cinema de William Biagioli’, tendo  bate-papo com o público após a exibição.

Às 21h, será exibido ‘A Canção do Asfalto’, curta de Pedro Giongo, coproduzido por Biagioli; na sequência, é a vez de 'Curitiba: A Maior e Melhor Cidade do Mundo' e para encerrar, ‘O Estacionamento’, o curta vencedor do prêmio Cine França Brasil 2016,ambos realizados por Biagioli.

Este ano, o intercâmbio do Curta Brasília com a França terá ainda a sessão‘Curta Brasília: Curtas-Metragens Brasileiros Contemporâneos’, às 19h, apresentada por Ana Arruda, diretora do festival brasileiro.  Serão exibidos ‘Abissal’, de Arthur Leite; ‘Balada Para os Mortos’, de Lucas Sá; ‘Aqueles Dias em Dezembro’, de Felipe Poroger – vencedor de 2015, que estará presente também nesta exibição – ‘Lembranças de Mayo’, de Flávio C. von Sperling (cujo diretor de fotografia, Gabriel Martins, também participa do evento)  e ‘Lightrapping’, de Márcio Miranda Perez.

Ambas as sessões têm curadoria de Bernard Payen, diretor de programação da Cinemateca de Paris e membro do Prêmio Cine França Brasil 2016. Também fizeram parte da comissão do Prêmio a professora Júnia Barreto (TELAA/UnB) e o adido audiovisual Raphael Ceriez (Consulado da França/RJ), presentes na edição de 2016.

As sessões do Curta Brasília em Paris ocorrerão um dia após o encerramento do Festival de Cannes, propiciando a presença de profissionais do audiovisual franceses e de outros países na ocasião, a convite da direção do Curta Brasília, ampliando o potencial de visibilidade para os filmes, oportunidades e diálogo com os realizadores.


Fonte:: Assessoria