O GNT lançou dia (6), Dia Internacional da Ação pela Igualdade da Mulher, nas redes sociais e em seu canal oficial no Youtube, o vídeo Cabine de Reações ElesPorElas.

Cabine de Reações ElesPorElas: ‘Tudo é estatística, até que você ouça’

11/09/2017

O GNT lançou dia (6), Dia Internacional da Ação pela Igualdade da Mulher, nas redes sociais e em seu canal oficial no Youtube, o vídeo Cabine de Reações ElesPorElas.

A ação, em parceria com a VIU (Unidade de Negócios Digitais da Globosat), proporcionou aos participantes um contato direto com histórias chocantes e inspiradoras.

O vídeo apresenta a reação de algumas pessoas (entre elas, os influenciadores digitais Hel Mother e Lorelay), diante de histórias tristes e impactantes de violência doméstica contra mulher.

Os áudios são denúncias reais recebidas pela Polícia Militar de Santa Catarina. Depois de assistir ao vídeo, todos tiveram que responder algumas perguntas relacionadas ao que sentiram após ficarem cara a cara com a realidade apresentada. Todas as reações foram captadas na segunda edição do evento TEIA (gratuito e aberto ao público), realizado em julho deste ano, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo.

A ação foi desenvolvida com o objetivo de retratar e debater um assunto tão importante para a sociedade. De acordo com alguns dados estatísticos do mapa da violência no Brasil, os números de violência contra mulher são surpreendentes.

Uma a cada três mulheres sofre violência física ou sexual. Além disso, o Brasil é o quinto país no ranking mundial de assassinato de mulheres: 13 mulheres são assassinadas por dia no país, e a maior parte delas são mortas por seus parceiros e familiares.

A Cabine de Reações faz parte do apoio ao movimento (mundialmente conhecido) #ElesPorElas, da ONU Mulheres, que o canal abraçou em 2015, e tem como objetivo gerar reflexão e alertar sobre a violência que muitas mulheres sofrem dentro de suas próprias casas. Combater o machismo e alcançar a igualdade de direitos entre homens e mulheres é um dos caminhos para ajudar a mudar esse cenário. Acesse heforshe.org e assine o compromisso.
 


Fonte:: Redação