A noite começou com força total. A übermodel e grande ativista em causas socioambientais, Gisele Bündchen, inaugurou o Palco Mundo em uma fala emocionada sobre a preservação da floresta amazônica e anunciou o movimento Believe.earth.

Rock in Rio dá início à festa celebrando a paz

16/09/2017

O público lotou o primeiro dia do Rock in Rio 2017. Da entrada da Cidade do Rock, localizada no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, até a tirolesa, o trajeto durou 9 minutos – uma surpresa para a turma do gargarejo, que com a grande ampliação de área de circulação – mais que o dobro do espaço da edição anterior, teve que correr muito mais esse ano para garantir um lugar privilegiado junto ao Palco Mundo.

A noite começou com força total. A übermodel e grande ativista em causas socioambientais, Gisele Bündchen, inaugurou o Palco Mundo em uma fala emocionada sobre a preservação da floresta amazônica e anunciou o movimento Believe.earth. Para marcar este momento, organização do festival levou para o palco o sino da paz, que assim como na edição de 2001, foi tocado por uma criança. Junto com a cantora Ivete Sangalo, a top Gisele arriscou uns versos da música Imagine, do ex-Beatle John Lennon.

Ivete abriu o show com muita energia e homenagens aos filhos. O nome do primogênito, Marcelo, estava estampado no casaco da cantora, que contou pessoalmente ao público que está grávida de duas meninas: "Se não bastasse uma mulher [em casa], agora vão ser três". Para os fãs de Lady Gaga, a baiana dedicou um trecho de "Bad romance".

Fã de Ivete, Rachel Novin, de 27 anos, enalteceu a performance da baiana, que mesmo grávida, não parou no palco. “Ela é uma diva. Pulou e dançou o tempo inteiro. Sou fã dela, tem alma brasileira, é fantástica no palco”, disse.  

Entre os segundo e terceiro shows, o espetáculo de Drones no céu da Cidade do Rock chamou atenção com um balé sincronizado ente música e luzes. No repertório, das clássicas, passando pela bossa nova e chegando a música tema do Rock in Rio, sempre formando imagens que passaram pela pomba da paz e guitarra símbolo do festival. O público parecia extasiado com o que via pela primeira vez no Brasil e na América Latina.

Antes do Maroon 5 entrar no palco, mais uma novidade: um show de luzes e som convidou o publico a construir um mundo melhor, juntos.

A noite fechou no Palco Mundo com a banda liderada por Adam Levine, o Maroon 5. (em substituição a Lady Gaga, que anunciou na quinta-feira seu cancelamento em razão de cuidados com a saúde). O público vibrou e acompanhou os hits. Não houve quem ficasse parado.  

No Palco Sunset, Fernanda Abreu relembrou sucessos como “Rio, 40 graus” e “Hey, Mr. DJ” e recebeu o Dream Team do Passinho. O espetáculo “Salve o Samba” emocionou e fez milhares de pessoas cantarem e dançarem ao som de grandes sucessos. O espetáculo contou com nomes como, Alcione, Roberta Sá, Martinho da Vila, Jorge Aragão, Mart’nália e o rapper Criolo. Num momento especial, Mart’nalia cantou “Estácio, Holly Estácio” em homenagem a Luis Melodia.

O professor de História, Luis Fernando, veio com a filha e duas amigas. Fez questão de reforçar a qualidade o Palco Sunset e o conteúdo apresentado. “Gostei muito de ver Monarco e Martinho da Vila em um festival. Eles sã a nossa arte, made in Brazil”, afirmou.

E ainda nesta noite, no Sunset, um baile conduzido por Simoninha agita o espaço após o último show do Palco Mundo.

Pela primeira vez, o público contou com um espaço gastronômico inspirado no Mercado da Ribeira, em Portugal. O Gourmet Square, uma área com mil metros quadrados agradou o público, que pode desfrutar de um espaço com chefs e lojas focadas em gastronomia. O espaço teve ocupação completa durante todo o dia.

No Digital Stage, Kondzilla e MC Guimê fizeram sucesso no primeiro dia de programação do palco voltado para os populares das redes sociais. Além deles, passaram pelo palco os Youtubers Luba, Malena, os meninos do Pipocando, Pyong e Mariana Nolasco. “Achamos o máximo este espaço dedicado aos famosos da Internet, porque temos a chance de conhece-los de perto”, diz Daniela, de 14 anos, que participa pela primeira vez do festival.

Na Rock District, a Calçada da Fama chamava a atenção de quem passava. A estrela mais disputada era a da Lady Gaga, onde fãs faziam fila para estar mais “próximo” da cantora. O vocalista da Rock Street Band, André Frateski (vencedor do programa Pop Star), animou a plateia que chegou cedo à cidade do Rock. O primeiro casamento realizado no Festival 2017 celebrou a união homoafetiva entre duas meninas, que disseram sim diante de uma plateia emocionada.

No Game XP, evento que estreia no Rock in Rio 2017 oferecendo experiência em jogos eletrônicos, o público teve a oportunidade de jogar nos estandes de grandes marcas do mercado de games e contemplar os novos uniformes das equipes da NBA, na arena Expo Play. Já na Oi Game Arena, o “Totorial”, atração de Rafael Totoro, do Porta dos Fundos, arrancou risadas com divertidas partidas do jogo indie “Gang Beasts” na maior tela de games do mundo (com 1.450 metros quadrados). O painel contou também com as participações de Thati Lopes, sua colega de elenco, Rodrigo Magal, diretor da atração, e Érico Borgo, sócio-fundador da CCXP, que conversavam sobre os bastidores do sucesso da Internet enquanto jogavam. Além disso, aconteceram etapas classificatórias do Just Dance Tour Brasil 2017 e Cosplay Game XP.

Amazonia Live chega a 73 milhões de arvores recuperadas

A iniciativa para a recuperação de áreas degradas da Amazônia brasileira prevê a recuperação, nos próximos seis anos, de uma área de quase 30 mil hectares, o que corresponde a um número estimado de 73 milhões de árvores. Desse universo, três milhões já estavam previamente asseguradas em 1,2 mil hectares de floresta amazônica, por meio da doação inicial do próprio Rock in Rio e da Conservação Internacional (CI-Brasil), combinada à doação espontânea do público e patrocinadores do festival. O restante faz parte das metas do projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia no Brasil, um esforço conjunto do Ministério do Meio Ambiente (MMA), do Fundo Global do Meio Ambiente (GEF – Global Environment Facility), do Bando Mundial e do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), além da CI-Brasil e do projeto socioambiental do Rock in Rio, o Amazonia Live.

Rock in Rio em Números

Até à 01h (deste sábado), 770 pessoas foram atendidas nos postos médicos da Cidade do Rock. A grande maioria dos atendimentos por desidratação. Nenhum caso grave foi registrado.

Na área de segurança, foram registradas apenas 29 ocorrências.


Fonte:: Redação