É mentira, gente?

09/04/2019


Quando eu era pequeno, mentir era o pior defeito do ser humano. Hoje, parece elogio.

E, segundo matéria da “Super Interessante”,  É impossível saber quando ela surgiu, mas, dizem os cientistas,  foi provavelmente quando o homem desenvolveu o neocórtex. 

O neocórtex é a parte do cérebro envolvida em atividades mais sofisticadas, como a linguagem e a consciência, e é importante, porque o processo fisiológico da mentira é complexo.

Como o cérebro é programado para sempre dar a resposta mais rápida (que, normalmente, é verdadeira), ele precisa primeiro eliminar a informação correta para, em seguida, buscar no banco de dados neural uma alternativa plausível.

Segundo estudos recentes, a mentira é um comportamento aprendido na infância e repetido com o intuito de escapar de uma punição ou de obter alguma recompensa.

Já na vida adulta, tem como principal função tornar as interações sociais mais fáceis e evitar constantes discórdias.

Pois há controvérsias. A maioria das pessoas que conheço não “aprendeu” a mentir na infância, mas na adolescência. E acrescento mais uma razões (sic) na vida adulta: enganar para levar vantagens, para se eleger, não perder cargo, levar vantagens, não ser ético em concorrências, ludibriar o povo em proveito próprio, decorrências da Lei do Gerson.

Mentirosos famosos nos inspiraram razões ‘justificáveis, tais como:

Heródoto

Quando Século 5 A.C foi pioneiro na utilização da narrativa histórica, usada para descrever batalhas entre gregos e persas – tudo que você vê no filme 300, por exemplo, veio dele.

Seu maior pecado foi se basear em relatos pouco críveis, sem apurar as informações. Seus livros têm cobras voadoras, homens com cabeça de cachorro e gente com olhos no peito, entre outras bizarrices.

Pedro

Quando Século 1 D.C.

Se a Igreja Católica perdura até hoje, muito se deve ao trabalho do apóstolo Pedro.

Ele foi um dos maiores pregadores da religião e se tornou o primeiro Papa. Entretanto, ficou marcado por cometer um grave perjúrio. Após Jesus ter sido preso, Pedro negou publicamente por três vezes ser um de seus apóstolos e até mesmo conhecer seu mestre.

Galileu Galilei

Em 1633

Um dos maiores expoentes da Revolução Científica, Galileu precisou mentir para escapar da condenação à morte.

Isso porque a Santa Inquisição considerou uma heresia sua teoria de que os planetas giram em torno do Sol e a Terra não é o centro do Universo. Após refutar sua própria tese, a pena foi abrandada para retratação pública e prisão domiciliar.

Richard Nixo

Em 1974

O ex presidente dos EUA negou por anos seu envolvimento com a invasão do comitê democrata no Complexo Watergate, maior escândalo político da história do país. Após ser acusado de obstrução à Justiça, abuso de poder e desacato ao congresso, Nixon renunciou para não sofrer impeachment. A confissão da mentira só ocorreu em 1977.

Nos últimos anos, os principais líderes políticos, empresários e a própria mídia, criaram a moda das fakes para não falarem mentiras. kkkkkkkkk

Nasci no dia primeiro de abril, dia que insistem em dizer que é o dia da mentira. Pois bem:

Essas pessoas mentem, pois esquecem que a mentira é humana consolidação do caráter. E o que tem de ruim o dia se ruins são as pessoas que o fazem?

É mentira, gente?

 

Por Tony Coelho.

TAGs: artigo fake-news tony-coelho