Oportunidade à vista: Copa do Mundo

21/01/2018


Antônio Dourado.

Um dos assuntos que deve dominar o mercado de marketing em 2018 será a Copa do Mundo da Rússia. Apesar de o evento ser realizado entre os dias 14 de junho e 15 de julho, já neste início de ano muitas empresas começam a definir estratégias de lançamentos de produtos e realizações de eventos que estejam vinculados com essa competição internacional.

Conversei com Antônio Dourado, fundador da Obah Design, e, segundo ele "Uma grande possibilidade é focar no design de embalagem personalizado, uma vez que ela é uma das principais vitrinas das marcas para conquistar seus consumidores, atuando como vendedor invisível capaz de impulsionar diretamente as vendas. No ano passado, para citar um exemplo, o Grupo Packfoods se inspirou em dois importantes times brasileiros de futebol para lançar seus cafés de 500 gramas: os uniformes dos camisas 10 do Atlético Mineiro e do Cruzeiro estamparam as embalagens e alavancaram as vendas."

Várias marcas aproveitam a paixão nacional que é o futebol e que ganha ainda mais destaque em ano de Copa para lançar produtos específicos para o evento ou mudar suas embalagens e incrementar os negócios. Nos meses que antecedem à competição, muitos consumidores já estão envolvidos com o assunto e buscam itens que remetem ao evento, principalmente quando são alusivos à Seleção Brasileira. Até maio de 2014, véspera da Copa do Mundo no Brasil, o IBGE identificou o crescimento de quase 5% do comércio varejista no trimestre e concluiu que só as ações temáticas voltadas para a Copa e o Dia das Mães foram responsáveis sozinhas por 48% da taxa de crescimento no varejo.

Empresas que ainda não pensaram no assunto precisam definir rapidamente estratégias para tornar seus produtos atrativos para os consumidores que se interessam pela Copa do Mundo. O planejamento também se torna fundamental para elencar quais produtos terão embalagens modificadas e como serão as promoções para os pontos de venda.

Ainda de acordo com Antônio Dourado, "Um exemplo de bons resultados com a Copa do Mundo foi o segmento de pequenas empresas que faturou cerca de R$ 500 milhões com ações e produtos para o evento no Brasil em 2014, de acordo com dados do Sebrae. A informação foi obtida de um levantamento com 42 mil empresas que souberam investir e tiveram ótimos retornos com a competição. São empresas que definiram estratégias, lançaram produtos com embalagens adequadas e conquistaram consumidores."

Quase todos os produtos do varejo podem ter uma embalagem referente à principal competição mundial de futebol, especialmente no Brasil, onde há uma grande mobilização das pessoas. Contudo, muita atenção deve ser dada às regulamentações técnicas que existem por trás da utilização de grandes marcas, como é o caso da Copa do Mundo, principalmente no caso da criação de embalagens personalizadas.

Nesse aspecto, a consultoria de uma agência profissional é estratégica. André Poppovic, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Design, em entrevista para a Folha de S. Paulo, afirmou que o design de embalagens “É certamente a área de negócios que tem as metodologias mais consolidadas e difundidas, os preços mais padronizados e o maior número de players em atuação. Pode-se dizer que design de embalagens é a área mais madura do nosso mercado.”

Recente estudo de caso feito pela Foxline Marketing Promocional apontou que as vendas podem aumentar em até 41% no prazo de noventa dias com a utilização de brindes personalizados, desde que sejam compreendidos os desejos do público-alvo. Nesse contexto, as agências de design, especialmente as que lidam cotidianamente com o varejo, são excelentes consultoras nesse processo por conhecerem o movimento do mercado.