Claudia é parceira do Instagram no “Corpos Livres”

08/04/2019


A parceria conta com, exposição de fotos de Bob Wolfenson e minidocumentário com  histórias de mulheres contra a gordofobia e a favor de todas as belezas.

Post por post, as influenciadoras falam de autoestima e de moda tamanho grande, fazem desabafos contra a gordofobia, dão suporte a quem precisa lidar com o olhar (e o preconceito) do outro.

Confira as últimas novidades sobre marketing digital aqui.

Leia também: Violência contra a mulher em debate no "Respeita as Minas".

Por meio de curtidas e comentários, formam uma teia de sustentação mútua.

Elas perceberam que uma imagem vale mais do que um ‘textão’ se o objetivo for estimular o empoderamento de outras mulheres.

Elas encontraram no Instagram o ambiente ideal para construir uma comunidade body positive e pulverizar a mensagem desse movimento, que combate o julgamento pela imagem.

“É uma rede de apoio que formamos para outras meninas, mas que funciona para mim também. Sempre que penso que não posso fazer algo, falo com alguma seguidora ou amiga ali.”, compartilha Isabella Trad, a @todebells.

Com ela, Thais Carla (@thaiis carlaoficial), Luci Gonçalves (@luci goncalvesa), Mayara Efe (@mayaraefe), Alexandra Gurgel (@alexandrismos), Bia Gremion (@biagremion), Rita Carreira (@ritacarreiraa) e Ju Romano (@ju_romano) participam do Corpos Livres, projeto do Instagram em parceria com Claudia.

A iniciativa começou com uma roda de conversa que ressaltou a importância de normalizar a palavra gorda, muitas vezes usada de maneira pejorativa. “É só a forma do nosso corpo, não é xingamento, não”, explica Thais Carla.

Para registrar essas influenciadoras poderosas na luta contra a opressão, o Instagram convidou Bob Wolfenson, um dos maiores retratistas do país, fotógrafo de nus e de moda com mais de 45 anos de experiência.

O styling de Flavia Pommianosky e Davi Ramos valorizou a personalidade de cada uma delas.

Haverá ainda um minidocumentário na vertical para o IGTV, feito por Helena Wolfenson, que mostrará a trajetória dessas mulheres, suas lutas e os bastidores da sessão de fotos.

 “Por muito tempo, eu achei que não poderia trabalhar com moda, minha paixão, porque sou gorda. Hoje, isso mudou.”, diz Ju Romano.

Fonte: Redação.

TAGs: digital Instagram marketing-digital