Criada pela agência Ideia 3 de Salvador, campanha de fim de ano do Centro Educacional Santo Antonio, núcleo de educação das Obras Sociais Irmã Dulce, divulga a receita do famoso panetone que leva a marca da religiosa.

O Panetone da Solidariedade

14/12/2017

Criada pela agência Ideia 3 de Salvador, campanha de fim de ano do Centro Educacional Santo Antonio, núcleo de educação das Obras Sociais Irmã Dulce, divulga a receita do famoso panetone que leva a marca da religiosa.

O produto, a principal fonte de recursos da entidade, ganhou a animação “Maravilhosa Fábrica de Solidarieade”, produzida pelo gaúcha Dr.Smith! e revela os ingredientes utilizados em sua fabricação: amor, carinho, qualidade, tradição, sabor e o doce recheio da solidariedade.

O filme retrata as etapas de fabricação da deliciosa iguaria natalina e exigiu 8 meses de produção. Além da agência e do estúdio de animação, o estúdio Elos criou a trilha. Todas as empresas doaram seus serviços.

“A Ideia 3 nos convidou para participar desse projeto e a gente se apaixonou. O objetivo final era que o filme ficasse bonito, passasse a mensagem e convidasse as pessoas a comprar o Panetone Irmã Dulce para que as crianças e adolescentes assistidos pela instituição possam ter um 2018 maravilhoso”, diz a executiva de Atendimento da Dr.Smith!, Rosângela Catalan.

A renda da venda dos panetones é revertida para para a manutenção das atividades do Centro Educacional Santo Antônio, núcleo de educação das Obras Sociais localizado em Simões Filho, na Bahia, que atende 750 crianças e adolescentes em situação de risco social, oferecendo gratuitamente ensino em tempo integral, da Educação Infantil até o nono ano do Ensino Fundamental.

Além disso, proprociona acesso a arte-educação, inclusão digital, atividades esportivas, assistência odontológica, alimentação, fardamento e material escolar.

Criação de Antonio Leolino e Rodrigo Córes, com direção criativa de Chico Salles. Direção do filme de Maria Alice Machado, com direção de arte de Gibran Bisio. Animação de Kaléu Stefano, Artur Kerschner e Rodrigo Guimarães. Produção e Composição musical de Dito Martins e Flavio Morgadi.


Fonte:: Redação