Magia sustentável

06/11/2019


No meu universo de trabalho, o Natal já começou. A principal data do varejo merece toda a atenção e os preparativos para encantar e seduzir o consumidor já começam a ser montados nos corredores dos shopping centers – madrugadas de muito trabalho para as equipes operacionais e empresas de decoração de Natal.
 
Eu, particularmente, adoro a magia do Natal, mas não posso deixar de observar o impacto que projetos desta magnitude podem gerar para o futuro do nosso planeta. E a pergunta que fica em alerta, de onde vem estes materiais utilizados - qual sua origem - e para onde vão depois de usados?
 
Vale lembrar que muitos destes materiais utilizados na confecção dos enfeites têm origem na China, produzidos por uma legislação que não conhecemos e muitas vezes não explícita nas embalagens. Não sabemos nem como eles são produzidos, se utilizam trabalho escravo, infantil e condições insalubres.
 
Normalmente são utilizados tecidos, plásticos, isopor, na maioria materiais sintéticos, elaborados a partir de produtos derivados de petróleo, que demoram muito para serem degradados no meio ambiente.
 
No segmento de varejo já há várias organizações que se preocupam com esse tema e assumiram o compromisso de implementar políticas mais voltadas para a sustentabilidade socioambiental, administrando os componentes e origem de seus produtos, alterações de embalagens e destinação correta de seus resíduos. 
 
Para este Natal, vale destacar, o Shopping Parque da Cidade, recém-inaugurado na zona sul de SP, que se mostra interessado em minimizar impactos ambientais. Na montagem da sua 1ª decoração de Natal, evitaram o máximo possível materiais não sustentáveis. Prestaram atenção aos seus componentes e a destinação final depois do uso, objetivando semear boas ações e despertar a consciência com a inovação sustentável. A partir de 15 de novembro, estaremos lá para conferir.
 
E nós, profissionais do varejo, temos que nos engajar nesse processo de transformação e inovação sustentável. Irradiar esse conceito em nossas casas e ambiente de trabalho, através do espírito natalino sustentável, para termos uma mudança de patamar através do consumo consciente. O meio ambiente precisa desse apoio.
 
E você consegue traduzir as boas ações para a realidade do seu dia a dia profissional e pessoal?

TAGs: marcia-saad Natal