#tbt, #fbf e #btpt

05/02/2019


Como ficamos absolutamente impedidos de viver nosso dia a dia, reféns das redes que nos prendem, inventar moda é o que há.

Você deve ter encontrado nas suas redes, especialmente no Insta, esses termos #tbt e #fbf, não?

Muitos sequer se deram conta, outros ficaram grilados e correram atrás para entender a “novidade”.

Pois bem, tbt significa throwback thursday, que poderíamos traduzir como quinta-feira do retorno ou regresso.

Retorno a quê?

Calma. É uma hashtag utilizada por usuários de redes sociais para marcar fotos que se referem ao passado, saudosas, que têm algum valor pra gente.

E o que tem a quinta-feira com isso?

Bom, é o dia em que se deve ou que você posta a foto. Por quê? Sei lá. Acho que quem inventou fez isso numa quinta.

Afinal, quem cria algo deve ter algum privilégio. No caso, escolher o dia.

Aí, vem alguém e... pimba. Altera genialmente o lance.

A brincadeira gerou uma outra hashtag, a #fbf, flashback friday.

A expressão pode ser traduzida para o português por algo como sexta-feira do flashback ou do fato passado, e tem a mesma ideia de compartilhar fotos não recentes, só que, ao invés da quinta, é na sexta, sacou???

Aí, tem desafio de 10 anos. Você compara (quem pode, né) fotos suas de hoje e 10 anos atrás. Não me atrevo.

O que isso significa ou prova? Nada.

Que não temos mais o que fazer ou inventar e que, presos, nas redes, inventamos o que dá.

A volta ao passado denota saudade, a meu ver, de tempos de liberdade, hoje presos em fotos #tbt e #fbf e em desafios de comparação que, não raro, nos amarguram.

Cá comigo, pensei em desafiar meus amigos do Promoview e criei o #btpt, back to the past texts ou de volta aos textos passados.

Sob essa hashtag, você, em qualquer dia (chato ter dia certo), você, em suas redes, pode postar textos antigos de qualquer articulista do Promoview.

Às terças, nos meus texto, dou uma ideia de quem e que textos  têm sido lembrados.

E o que ganho com isso?

Vou pensar. Mas, além de relembrar belos e importantes textos, cultura e leitura profissional e conceitual e... livros meus e outros pode ganhar...

Entre os textos mais lembrados, vou oferecer, mensalmente, um livro meu e outro da Marina, por sorteio, por dois meses de vigência dessa nossa “brincadeira”.

#asqv (até semana que vem).

 

Por Tony Coelho.

 

 

 

 

TAGs: