Como começar a trabalhar com marketing digital

25/11/2019


Na Era da internet e das redes sociais, os recursos digitais chegaram também no mundo dos negócios. 

Hoje em dia, por exemplo, é fundamental que qualquer empresa possa contar com um site, com uma boa hospedagem para esse site e um registro de domínio.

Diante disso tudo, saber como trabalhar com marketing digital se torna muito importante não apenas para quem gerencia um pequeno ou grande negócio, mas também para quem atua em áreas relacionadas, tais como Publicidade, Administração e Economia.

Atualmente, até mesmo quem trabalha como um profissional freelancer (em qualquer área) tem que ter um bom conhecimento sobre marketing digital, afinal, é necessário difundir os seus serviços para conseguir mais espaço e as ferramentas para isso são digitais.

Porém, não pense que o marketing digital se resume a utilizar redes sociais, ter um canal de vídeo no YouTube e um blog em WordPress. É tudo isso e mais um pouco! 

O que é preciso para trabalhar na área de marketing digital

Toda e qualquer área de conhecimento possui as suas características e ferramentas próprias. 

Quem se aventura no segmento da gastronomia, por exemplo, deverá conhecer quais são os melhores ingredientes, as melhores facas, panelas e tudo que envolve esse universo.

Em se tratando do marketing digital a situação não é muito diferente, pois quem almeja dar os primeiros passos nesse mundo também terá que conhecer quais são as melhores estratégias, quais as melhores ferramentas e tudo mais que envolve esse tema.

Falando nisso, o profissional que tem a intenção de se aprofundar no marketing digital, seja para gerenciar o seu negócio ou porque atua em uma agência, irá se deparar diariamente com algumas palavrinhas básicas acerca desse tema. Veja abaixo algumas delas:

Leads

É impossível alguém que atualmente trabalhe com marketing digital e que não tenha ouvido falar neles. Os leads são os famosos clientes em potencial. Hoje em dia, boa parte das estratégias possui relação com eles, seja para atrair mais leads, ou para fazê-los partir para a ação de compra.

Não é à toa que, muitas vezes, quando se ouve falar em leads, é normal que essa palavra esteja acompanhada pelo termo “Funil de Vendas”.

Funil de vendas 

Em alguns casos você pode encontrá-lo pelo nome “Pipeline”, mas o mais comum mesmo é funil de vendas.

Ele é muito relevante no marketing digital, pois consiste em uma representação das etapas que compreendem a jornada de compra do consumidor. 

Sendo assim, em um determinado estágio do funil está a etapa em que o consumidor está ciente de que deve sanar um problema. Já o outro estágio representa a etapa em que é necessário efetuar a nutrição dos leads e assim por diante.

E-mail marketing

O bom e velho e-mail continua sendo uma das principais ferramentas do marketing digital. Os motivos para isso são bem evidentes: rápido, eficiente, personalizável e excelente para uma comunicação direta e segmentada. 

No entanto, para que ele realmente seja um recurso eficiente e não um tiro no pé, é importante nunca comprar as famosas listas de e-mails. Elas nem sempre possuem os públicos prioritários para o seu negócio e o seu conteúdo corre o risco de parar nos spams e lixeiras.

Por isso, quando se fala em e-mail marketing, tenha à disposição algumas ferramentas próprias para isso, tais como o Mailchimp ou o E-goi.

Neuromarketing

Essa união da neurociência com o marketing é fundamental para entender a mente de quem mais interessa para o empreendedor: o consumidor.

O comportamento do consumidor é assunto recorrente em reuniões e estratégias. Para melhor compreender como pensa e age esse consumidor, o neuromarketing entra em ação.

Um dos conceitos mais interessantes do neuromarketing para a elaboração de estratégias de marketing digital é o conceito dos gatilhos mentais.

Sendo assim, há o gatilho da urgência, da autoridade e outros mais. Cada um deles utiliza frases e imagens específicas para despertar o desejo e a vontade de compra nos clientes.

Como se aprofundar no marketing digital

Se hoje o Instagram é uma das redes sociais mais eficientes para a realização das estratégias, amanhã pode ser outra plataforma que ainda nem surgiu. 

Por isso, como a tecnologia atualmente é algo que está em constante e rápida transformação, pesquisar os aspectos essenciais do marketing digital é algo que deve ser feito diariamente.

Hoje em dia não faltam fontes de informações para quem tem interesse no tema. A web, nesse caso, é um reduto que traz muito conteúdo referente a ele. Blogs, por exemplo, continuam sendo uma fonte de informação relevante.

Há também outros formatos interessantes e repleto de informações, como os e-books. Além disso, os vídeos e os podcasts também aparecem como alternativas viáveis para aqueles que querem aprender melhor sobre o tema.

Conclusão

O marketing digital é basicamente o que move o cotidiano atual das empresas, orientando empreendedores em suas estratégias e influenciando a ação de compra dos consumidores.

Portanto, trabalhar com marketing digital é o caminho para as empresas atualmente, ainda mais no atual contexto, em que smartphones e pesquisas na internet guiam os passos do consumidor na hora da compra. 

Por fim, para começar a trabalhar com marketing digital, saiba que antes é preciso entender de marketing como um todo, pois a ciência é a mesma, apenas o seu meio é que evolui e sempre vai evoluir.

Fonte: Alan Medeiros.

TAGs: artigo marketing-digital