Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Os principais riscos para o nosso setor

Por: Marcelo Amarante. 22 de Abril de 2021

Recebi um material muito interessante com os riscos do varejo no momento atual em várias frentes de atuação, que gostaria de dividir com todos os leitores.

As frentes de atuação são: Rentabilidade e Liquidez, Reputação e Ética, Sociedade e Pessoas, Compliance, Estratégia, Clientes, Saúde, Segurança e Meio ambiente, Crescimento e concorrência, Tecnologia e Produção e Operações.

Rentabilidade e Liquidez: Rentabilidade do delivery com maiores taxas e necessidades de descontos e promoção, reajuste de preços pelos fornecedores em função do ambiente inflacionário, dificuldade de repasse de preços para reposição da rentabilidade, geração de caixa com uma nova demanda de consumo, necessidade de financiamento para manutenção e expansão do negócio.

Reputação e Ética: Riscos de reputação nas mídias sociais e em relação a possíveis alterações na qualidade dos produtos e serviços.

Sociedade e Pessoas: Atendimento das responsabilidades sociais e corporativas, retenção e atração de colaboradores qualificados, capacitação e segurança dos colaboradores, engajamento dos colaboradores.

Compliance: risco regulatório ao não cumprimento de leis, regulamentos, regulamentações e padrões éticos dentro da jurisdição da operação. Restrições sobre as condições comerciais, políticas e de distribuição.

Estratégia: Adoção de novos modelos de negócios, dificuldade em se diferenciar na experiência de consumo, capacidade de expansão, nível de desconto nos players eletrônicos afetando o caixa e a rentabilidade, risco de reputação com o uso das mídias sociais, dificuldade de definição de um cenário de médio e longo prazo e da demanda potencial das novas frentes de negócio.

Clientes: Redução da capacidade de consumo, desenvolvimento de novos produtos em função das novas necessidades de comportamento e econômicas.

Saúde, Segurança e Meio ambiente: adaptação as novas necessidades de segurança sanitária.

Crescimento e concorrência: Demanda com imprevisibilidade, concorrência globalizada, variações de moedas e preferência do consumidor baseada em novas necessidades.

Tecnologia: Ameaças de ataques cibernéticos e de segurança, dependência de um único fornecedor de tecnologia e insucesso na manutenção ou na melhoria de infraestrutura tecnológica. 

Produção e Operações: Vantagem competitiva através da automação e da adoção de tecnologias emergentes, riscos resultantes por interrupção da atividade causada por sindicatos, greves ou outros motivos, qualidade e segurança do produto e do atendimento e disrupção da distribuição e processamento das mercadorias.

Estes insights podem ser muito úteis, pois em um momento de um cenário ainda muito nebuloso podem ajudar a se precaver de possíveis acontecimentos que podem afetar o negócio de forma súbita. 

Outros fatores podem ser incluídos em cada frente de atuação, mas estes são um bom início para reavaliar  os próximos passos dos negócios de atuação de cada um e se prepararem para um ano com muitos desafios.

(Arte: Divulgação)

Tags: melhores-da-semana | varejo | marcelo-amarante