Canal
Conteúdo

Cinco motivos que fazem os produtos digitais crescerem a cada dia

Por: Ariane Marta 31 de Agosto de 2020

Estamos vivendo há meses em um cenário de pandemia que forçou uma transformação rápida na forma em que inúmeros profissionais operam. 

Para quem era dono de lojas, comércios e trabalhava com vendas físicas, essa mudança aconteceu de um dia para o outro e o mundo digital foi a salvação para manter o trabalho e não perder o lucro. 

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), somente em março surgiram 80 mil novas lojas virtuais

Além disso, o Compre&Confie aponta que, em abril, o e-commerce brasileiro faturou R$ 9,4 bilhões, um aumento de 81% em relação ao mesmo período de 2019.

Números como esses nos mostram que apostar no comércio on-line foi o refúgio para muitas pessoas que estavam sem saber como conseguir uma renda durante a pandemia, além daqueles que já tinham lojas físicas, mas ainda não viviam no mundo digital. 

Para quem começou agora, e pretende manter o seu negócio on-line mesmo no pós-pandemia ou ainda deseja criá-lo, é importante saber que você tem duas opções: trabalhar com e-commerce ou dropshipping. Há quem confunda os dois, mas são coisas bastante diferentes.

O mais conhecido, e-commerce, é um comércio eletrônico, em que o dono da loja compra a mercadoria e vende por meio de um canal digital. 

Já o dropshipping é uma operação de intermediação, ou seja, você tem a sua loja com os seus produtos na vitrine, mas não tem eles em estoque. 

Quando um cliente for comprar o produto no site, na verdade estará comprando o produto do fornecedor que, consequentemente, irá entregar direto para ele, cobrando uma taxa por essa intermediação. Na prática e logística são negócios bem diferentes.

Além disso, abaixo, listo os cinco principais motivos que levam os produtos digitais a crescerem diariamente. Confira: 

1 - Não precisa de investimento alto: O valor do investimento pode ser muito inferior quando comparado com uma loja física, afinal dependendo do seu estilo de negócio, não será preciso ter estoque, pagar aluguel e nem montar uma loja inteira. O que não quer dizer que manter um e-commerce ou dropshipping não tem custo nenhum. Se você não monta uma boa loja virtual, o seu site cai. Então, é preciso pensar em investir na segurança e estética do seu site, por exemplo. 

2 -  Pode ser feito 100% on-line: A flexibilidade do on-line contribui tanto para quem vende, quanto para quem compra. É possível fazer toda a negociação sem sair de casa, mas também é preciso ficar atento a questão da tributação nacional, as taxas e impostos que devem ser pagos. 

3 -  Você pode vender diversos produtos: A venda de produtos dos setores de vestuário e eletroeletrônicos tem crescido muito. Então, ter uma loja virtual com produtos de diversos setores como esses, pode ser uma grande vantagem para o seu e-commerce, considerando que as chances do seu alcance e faturamento serem mais altos, são maiores.

4 - Muito conteúdo disponível: Há quem pense que ter muitas lojas virtuais disponíveis é algo prejudicial para o seu negócio mas, às vezes, o seu cliente poder realizar comparativos entre você e seu concorrente, é algo que irá te agregar muita vantagem. 

5 - Entrega em todo o Brasil: Esse é um ponto que merece bastante atenção de quem deseja trabalhar com lojas virtuais. Disponibilizar a entrega para todo o Brasil é um bom método para fortalecer o faturamento da sua empresa já que, muitas vezes, lojas físicas não realizam nenhum tipo de marketing e também não utilizam o e-commerce para complementar suas vendas. 

Tags: artigo | e-commerce | marketing digital | Ariane Marta | ABComm | produtos digitais | lojas virtuais