CONTEÚDO

CONTEÚDO

MUDAR É UM VERBO INEVITAVEL

MUDAR É UM VERBO INEVITAVEL

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por
); ?>


17 de Junho de 2022

Mudança é a palavra que melhor define o momento atual em que vivemos. Mudar é um verbo inevitável no cotidiano das pessoas e das organizações, aliás, mudar, é uma das principais características do mundo contemporâneo.

Na mudança não podemos esquecer o talento, um recurso natural que quase sempre permanece escondido, na criatividade, imaginação e inovação.

Assim, é preciso alimentá-lo o talento e saber o que fazer com ele.

Da mesma forma a inovação, um subproduto da criatividade.

Uma prioridade estratégica, porem, é preciso estimular a criatividade,

não só nas empresas, precisamos sempre de ser mais criativos e inovadores.

Na mudança, as novas tecnologias mudaram a forma de comunicar, de aprender, lembrando sempre que a tecnológica é imprevisível.

Neste sentido, três mitos são importantes para entender o desenvolvimento da criatividade

Só pessoas especiais são criativas?

Não, todos têm potencial criativo, mas, nem todos conseguem desenvolver essa competência. O que temos é uma cultura de inovação que deveria estar presente e envolver a todos.

Muitas organizações dividem as equipes em pessoas criativas e não criativas, e isso não deveria acontecer, isso não é mudança.

A criatividade requer atributos especiais?

Criatividade nada tem a ver com dons artísticos. Tudo o que envolve inteligência, envolve criatividade. Podemos ser criativos em qualquer área, em todas as atividades e em todos os cargos das empresas.

Você é bom ou não é?

Na inovação e na criatividade é preciso estabelecer um clima no qual as pessoas contribuam com idéias. Não é uma imposição, é uma questão de liderança. Um grande líder não precisa ter boas idéias, precisa criar um ambiente para que as pessoas inovam e coloquem em prática boas idéias.

Tão importante quanto é cultivar a imaginação, regá-la continuamente, usá-la sempre que for possível, acreditando sempre em você sem olhar a criticas, apenas mudando.

É pouco provável que encontremos cursos de imaginação, cursos de intuição ou habilidade inventiva, porem, é importante investir em conhecimento para desenvolvermos habilidades criativas.

Todos  temos  imaginação  e  criatividade, na verdade uns mais que outros, mas em  nosso  entendimento, todos estão  ligados  ao  que definimos por visualização, cultura, pesquisa e muita dedicação, e caso você seja um profissional e use a criatividade como trabalho, invista em artes culturais e em conhecimento paralelo.

No processo de trabalho, na atividade do homem, com os meios de trabalho, sempre acontece uma transformação, uma mudança  na atividade, principalmente, onde a criatividade é produto, um valor natural e material adaptado às necessidades e exigências do trabalho.

Com a evolução da tecnologia e da globalização, o acesso ao conhecimento tornou-se mais prático, disponível, porem, o processo criativo exige mudanças que nunca devem ser desconsideradas.

Vivemos em um mundo em constante mudança, e isso exige soluções mais ágeis e diversificadas que respondam com urgência às nossas necessidades.

O próprio conhecimento passa a ser questionado, por nós mesmo, diante das mudanças constantes, diante de crenças e ideologias e das prerrogativas do mercado.

Fazendo uma analise critica na resiliência, vamos exercitar o dialogo, a solução de conflitos criativos, reconhecendo sempre as suas próprias emoções e as dos outros, principalmente, visando a diversidade cultural, como forma de desenvolver habilidades, no seu conhecimento e na capacitação.

Sendo assim, a transmissão e a importação de conhecimentos, realizada de forma direta e intencional, não tolhe a atividade criativa, da mesma forma o aprendizado constante. Mude!

Obrigado

Edmundo Monteiro de Almeida    

Tags: conteudo