CONTEÚDO

Marketing digital – Parceiro de negócios em tempos de pandemia


15 de Dezembro de 2020

A pandemia mudou consideravelmente a forma de fazer negócios. O “novo normal” chegou e se instalou, e não há mais como retroceder. 

O que fica deste ano difícil para todos nós é a reflexão. O que você fez pelo seu negócio? De que maneira encarou a pandemia?

Em meio a diversos decretos que liberavam, e, em seguida, restringiam o funcionamento de estabelecimentos comerciais, o empresário, por motivo de força maior, teve que se desvencilhar de certas amarras e buscar maneiras de empreender e de se comunicar com o seu público-alvo, e uma das alternativas mais acertadas foi o marketing digital.

Quem ainda não havia se familiarizado com as redes, encontrou nelas um apoio para seguir adiante. Dessa forma, sites comerciais e plataformas como as de e-commerce ganharam notoriedade, afinal, loja on-line é loja aberta 24 horas por dia, sete dias da semana.

Outra ferramenta que já vinha sendo utilizada como vitrina era o Instagram. Muito mais do que fotos do fim de semana e lugares, ou dos produtos à disposição, o aplicativo tornou-se um dos grandes aliados na hora da compra e venda. 

Ao passo que a distribuição dos folhetos porta a porta e propagandas diminuiu consideravelmente, com o intuito de frear o contágio pelo novo Coronavírus, reduzindo o contato entre as pessoas, a internet se mostrou um oásis na hora de fazer negócios, um terreno fértil para quem ainda tinha dúvidas de como proceder em meio digital e um terreno sem limites para quem já “nadava de braçada” na web.

Independente de qual tenha sido a sua situação, o que você deve levar desse ano como empresário é que nós não estávamos preparados para lidar com uma pandemia, que frustrou planos e freou negócios. 

A criatividade, aliada a uma boa estratégia de marketing digital, foi a vedete nestes tempos difíceis. E que isso nos sirva de lição.

Especialistas dizem que você deve investir cerca de 10% do seu faturamento em marketing, e entre estes especialistas, aos quais me incluo, afirmam que relacionamento com o seu público-alvo vale ouro, além, de, é claro, fidelizar e manter o cliente que você já tem. 

A síndrome da casa cheia é ótima, mas é ruim quando o cliente vai embora e não retorna, e eu tenho certeza de que não é isso que você quer para o próximo ano. 

Saiba, se você tiver condições de investir, mas não souber como, se não tiver uma estratégia de comunicação eficiente, o seu dinheiro não vale nada!

Um exemplo é o Natal, celebrado daqui a alguns dias e a data mais esperada pelo comércio mundial. Qual foi a sua estratégia de venda para o Natal? De que maneira você usou o marketing digital a seu favor? Não deixe para se preocupar com o seu negócio quando ele for para o brejo e nem mesmo para pensar no Natal quando você ouvir os sininhos ou as luzes piscando nas vitrinas (dos concorrentes).

O ano novo está aí, mas para que ele seja mais do que novo e deixe para trás o terrível (e inesquecível) ano de 2020, é necessário que você repense a sua forma de fazer negócios. 

O marketing digital está a um clique de você, mas ele não opera milagres se você não tiver uma boa estratégia, uma comunicação assertiva e uma margem para investimento.

Tags: