Seis fatores de sucesso

01/07/2018


Sou um leitor assíduo de jornais (físicos e digitais ) e também participo de várias oportunidade de networking dentro e fora do meu mercado de atuação.

Faço isso com frequência e vontade pois é desta forma que podemos ter uma maior conexão com o mundo ao nosso redor. O primeiro passo para o fracasso é achar que já sabe tudo! Fazendo isso sempre nos deparamos com as mais diversas opiniões e conceitos e daí depois, com o tempo, conseguimos depurar isso para que se transformem em credos pessoais.

Simples assim! Desta forma, fiz uma lista do que eu escutei e conversei por aí que, na minha opinião, serão fatores de sucesso para as empresas, e, porque não dizer, também para os profissionais de qualquer setor. Chamo isso de seis fatores de sucesso! E quais são?

Colaboração – Em última instância é a extinção dos organogramas empresariais como sempre conhecemos. Isso impacta nas relações profissionais ( co-workers ao invés de funcionários ou empregados ) nos espaços físicos (espaços de trabalho mais abertos e flexíveis) mas principalmente nas estratégias (maior foco em gestão por projetos e por fontes de receita). Na minha opinião, isso não é o futuro... isso já é realidade hoje!

Autenticidade – Discursos e promessas vazias (pense nos políticos ) não tem mais vez. Ou você “ walk the talk” ou “ walk to the graveyard”. É sua escolha!  Com as decisões empresariais cada vez mais sendo baseadas em dados (data driven) e as regras de mercado ficando cada vez mais explícitas e obedecidas não existe opção além da mais pura autenticidade. Sempre!

Rapidez – Antigamente, o conhecido “first time movers” era fundamental , em especial nos mercados de consumo. A primeira marca a aparecer em tal mercado tinha uma chance enorme de ser sinônimo de categoria e/ou líder de mercado. Hoje em dia é mais sobre os “disruptores” ou a marca (ou APP ) que vai colocar o seu mercado atual em outra perspectiva completamente diferente da sua. Não importando se você tem 100 anos de mercado ou não!

Transparência – Com as mídias sociais e a internet ficou impossível esconder qualquer fato empresarial. No passado, isso não era assim. Uma fábrica remota no interior da Índia com alegado trabalho escravo não era problema para ninguém, além dos próprios empregados. Hoje, a perspectiva é mundial, on-line, e, às vezes, até ao vivo. Não existe volta neste quesito!

Empoderamento – Dos consumidores, das minorias, dos excluídos...você define qual! Os discursos das marcas e as suas mensagens e ações nunca mais serão iguais ou pasteurizadas como já foram no passado (pense em empresa de sabão em pó usando a imagem da mulher no tanque lavando roupa....) Inviáve!l E este fator de sucesso eu acho muito bem-vindo!

Transformação – Hoje em dia não concorremos mais com empresas, concorremos contra ideias. Quantas APPS estão por aí vendendo uma ideia que pode revirar ou alterar drasticamente os mercados que atuamos. Antigamente, entrar em um dito mercado demandava mais capital, mais investimentos, mais patentes. Hoje, uma boa ideia bem executada pode mudar o cenário de qualquer mercado (pense na Netflix e nas empresas de TV a cabo ). Mas este fator de sucesso está presente não de hoje. Não é novidade!

Ou seja, se você é um profissional do live marketing e está neste momento pensando na estratégia da sua marca, eu recomendo que estes fatores de sucesso, todos, ou um deles isoladamente, sejam analisados e discutidos.

Estamos em um momento de economia com perspectivas positivas e as opções de crescimento orgânico ou não, estão por aí. Use e abuse das ações de live marketing que sempre foram uma ótima oportunidade de humanizar as relações entre as marcas e os seus consumidores potenciais e atuais.

Live marketing não é para os fracos!

Fonte: