Projeto Turista Cidadão faz um tour no Cemitério São João Batista

01/11/2019


No domingo pós-Finados, os participantes terão uma experiência de Turismo Cemiterial, resgatando histórias de vida que se revelam por meio de esculturas e monumentos.

Você sabia que alguns cemitérios são visitados como museus a céu aberto onde pode-se colher conhecimento e arte como em poucos lugares de uma cidade ? E que o Rio de Janeiro pode ser considerado um local privilegiado para esse tipo de experiência por ter um dos mais grandiosos cemitérios do mundo como é o caso do São João Batista?

Mais sobre turismo no Brasil e no Exterior aqui.

Pois então, prepare-se para uma prática turística inovadora e reveladora. No dia 3 de novembro (domingo pós-Finados), a partir das 8h30, será realizada mais uma edição do Projeto Turista Cidadão, promovido pelo curso de Turismo da Universidade Estácio de Sá.

Este tour, que é completamente gratuito (porém os organizadores aceitarão doações de alimentos não-perecíveis), percorrerá a pé as aleias do Cemitério São João Batista, um dos mais belos parques do Rio de Janeiro. Afinal, cemitérios, assim como parques urbanos, foram concebidos como um espaço de contemplação e reflexão adequado para caminhadas.

Escultura Anjo Ancião.

O projeto Turista Cidadão realiza walking tours por bairros do Rio que são conhecidos pela experiência de “viagem no tempo” por meio de um aplicativo digital com fotos e ilustrações do Rio Antigo que realçam as mudanças urbanas e resgatam a memória social dos bairros.

No caso do tour cemiterial, serão prestadas homenagens a várias personalidades e artistas que marcaram época no Brasil como Santos Dumont, Tom Jobim, Carmem Miranda, Clara Nunes, Cazuza, João do Rio, Benjamin Constant, Ary Barroso e Dorival Caymmi dentre outros.

Segundo o guia de turismo Kadu Guimarães - idealizador e coordenador do Projeto Turista Cidadão e do curso de Turismo da Estácio – este passeio será uma oportunidade única dos cariocas deixarem de lado alguns tabus e preconceitos sobre cemitérios, e embarcarem nessa jornada de resgate da memória e da cultura brasileira onde a morte vai tornar-se um grande espetáculo de vida.

Túmulo Ary Barroso.

“Pouca gente sabe, mas por contada riqueza de seu acervo arquitetônico e artístico, o São João Batista é considerado um dos cemitérios mais emblemáticos do mundo, já sendo incluído em vários roteiros turísticos do Rio e visitado anualmente por centenas de viajantes estrangeiros e brasileiros.” comenta Kadu Guimarães.

Durante a “viagem”, os participantes vão conhecer algumas das mais belas esculturas e projetos arquitetônicos do Rio de Janeiro mas a proposta é buscar o significado por trás dessas obras. Como reforça Kadu “Nossa pesquisa para a criação desse tour buscou as estórias de amor, de tristeza, de coragem, de luta, de nobreza, de arrependimento, de generosidade, de gratidão, de humanidade que buscaram se imortalizar através desses  jazigos, monumentos e mausoléus de rara beleza.”

Mausoléu Clarisse Índio do Brasil.

Para se inscrever acesse aqui

Fonte: Redação.

TAGs: estácio-de-sá rio-de-janeiro turismo-cemiterial