Pela primeira vez, público presente no Réveillon de Copacabana pode ter acesso aos registros feitos

04/01/2018


As pessoas que estiveram presentes na noite do maior Réveillon do mundo, na praia de Copacabana, realizada pela Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Riotur, podem guardar um belo registro do momento da virada de 2017 para 2018.

Trata-se da Gigafoto, um registro com bilhões de pixels feito em diferentes horários ao longo da noite e o início do dia 1º de janeiro. O que isso significa? Significa que cada pessoa poderá dar um zoom nas imagens e se localizar nas fotos que eternizaram o maior réveillon já realizado no palco montado em frente ao Copacabana Palace, com uma estrutura de 4 mil m² para receber shows de artistas como Anitta, Frejat, Cidade Negra e as baterias das escolas de samba vencedoras do último Carnaval.

Além disso, através de um sistema interativo, as pessoas também podem se marcar e compartilhar esse momento com seus amigos. Basta fazer login através de Facebook, Twitter, Google + ou Instagram. Os registros foram feitos em três momentos: as 20:45, 22:15 e 0:45, das estruturas dos telões de LED do palco principal e espalhados pela praia, e já se encontram disponíveis no endereço www.gigafans.com.

Esse Réveillon foi o primeiro a contar com essa tecnologia de fotos giga-panorâmicas, oferecendo às 2,4 milhões de pessoas presentes a mesma ferramenta já usada, e bastante conhecida, pelos frequentadores dos estádios de futebol e de grandes festivais de música.

O Réveillon de Copacabana contou com o patrocínio do MINC (Ministério da Cultura), SEC (Secretaria Estadual de Cultura) da Caixa Econômica Federal, Petrobras, BNDES Giro e Antarctica e conta ainda com o apoio da SPU (Secretaria do Patrimônio da União), ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro). Com produção da SRCOM, o Réveillon de Copacabana foi o primeiro evento oficial do Calendário Rio de Janeiro a Janeiro.  

Fonte: Redação