A Fundação Telefônica Vivo, responsável pelos projetos sociais do Grupo Telefônica no Brasil voltados para educação, empreendedorismo social e cidadania, lança hoje a campanha institucional “Despertar”, dando continuidade à campanha de posicionamento da instituição.

Telefônica convida a repensar formatos para a educação no Brasil

09/01/2018

A Fundação Telefônica Vivo, responsável pelos projetos sociais do Grupo Telefônica no Brasil voltados para educação, empreendedorismo social e cidadania, lança hoje a campanha institucional “Despertar”, dando continuidade à campanha de posicionamento da instituição. Nesta segunda fase, a campanha visa difundir o conceito de Inovação Educativa por meio de ações concretas realizadas pela Fundação.

A Fundação Telefônica conceitua a Inovação Educativa de forma ampla, com o entendimento de que todos os projetos passam pela inovação na aprendizagem, dentro e fora da escola. Dessa forma, a Inovação Educativa pode romper as barreiras do ensino tradicional e permitir uma educação mais disruptiva, personalizada e em linha com os avanços tecnológicos para elevar o nível educacional do País.

Os projetos educacionais desenvolvidos pela Fundação Telefônica Vivo com o objetivo de desenvolver competências multidisciplinares atuais, apostando na fluência digital, na formação de educadores, na criação de novos conteúdos e na colaboração e comunicação para formar uma nova geração de jovens protagonistas de suas histórias, diminuindo assim, a desigualdade educacional do Brasil.

A Campanha é composta por oito filmes, que serão divulgados a partir de hoje até abril, e estimula a reflexão sobre novas possibilidades na educação, com perguntas como “E se as salas de aulas tivessem menos paredes e mais imaginação?”, “E se os educadores tivessem mais conteúdos inspiradores e menos distância para inovar?” “E se a escola tivesse menos o mesmo formato e mais um novo futuro? Todas as imagens que ilustram a campanha são histórias reais de beneficiários dos projetos, que concederam depoimentos espontâneos para a campanha.

O filme “Despertar”, que será exibido na TV, mostra três personagens, beneficiados em cada um dos três projetos – Aula Digital, que visa melhorar as oportunidades das crianças na África, Ásia e América Latina (incluindo Brasil), incorporando a inovação nas escolas por meio da tecnologia e de novas metodologias de ensino e aprendizagem; Inova Escola, que une escolas inovadoras da rede pública de diferentes regiões do país para incentivar o uso de novas metodologias de ensino e tecnologias digitais em seus modelos de ensino e aprendizagem; e Escolas Conectadas, plataforma digital que oferece formação online gratuita e certificada com conteúdos e metodologias inovadoras para educadores de áreas urbanas e rurais de todo Brasil.

O filme “Inovação Educativa_ histórias reais”, o mais completo da série, é voltado para os públicos online e institucional da Fundação e mostra os seis personagens que ilustram a campanha. Os outros seis filmes são focados na história individual de cada participante, retratando o impacto do projeto na vida de cada um deles.

A campanha ainda conta com spots de rádio, peças para mobiliário urbano e veiculação impressa. A linguagem utilizada na campanha, assim como plano de mídia, está totalmente alinhada com a marca Vivo, a fim de criar identificação com o público e clientes da empresa. Ao longo do ano, a Vivo trabalhou o conceito “Viva Menos do Mesmo”, o que também aparece na campanha da Fundação. “Assim como o posicionamento da Vivo, que assumiu um papel de protagonista para discutir questões que vão além de serviços de conexão e de tecnologia, a Fundação também entra neste cenário para estimular a reflexão no cenário da educação”, avalia Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo.

Criada pela DPZ&T, a campanha tem direção de Pio Figueiroa e produção de Damasco Filmes.

“Tínhamos feito uma campanha que mostrava o impacto da tecnologia na educação. Agora, queríamos mostrar o impacto disso na vida de alunos e educadores. Por isso, trouxemos histórias reais para a campanha, mostrando como a inovação tecnológica e os novos jeitos de pensar educação já estão transformando a vida de muita gente”, afirma Rodrigo Vezzá, diretor de Criação da DPZ&T.


Fonte:: Redação