Agências

Conheça a IA que está otimizando o desenvolvimento de projetos da agência Seven Thinkers

Descubra como Gustavo Estevam está liderando a transformação da agência de experiências em uma EdTech com a inovadora plataforma de IA 'Raisy'.


A experiência de Gustavo Estevam, com 10 anos de sólida experiência como produtor de eventos, impulsionou a transformação da agência Seven Thinkers rumo à referência como uma Martech, um desejo antigo da CEO, Simone Freitas.

Com base em anos de expertise na produção de eventos e ações de brand experience, dentro da agência e pelas mãos de Gustavo “nasceu” a plataforma de IA batizada “Raisy”, que tem como objetivo buscar insights a partir de ações de sucesso, facilitando o mapeamento e estratégias alinhadas ao core business dos clientes, bem como o público-alvo da campanha.

“Com a vasta quantidade de dados inseridos, a Raisy desempenha um papel crucial ao fornecer insights mais aprofundados para a equipe de planejamento, o que permite uma abordagem mais técnica na elaboração da estratégia do evento, utilizando como base o histórico de ações que obtiveram êxito ou não em suas execuções. Essa análise detalhada proporciona uma vantagem significativa na tomada de decisões, orientando o planejamento de eventos de maneira mais informada e eficaz” revela Estevam.

Além de uma IA para insights – uma nova colaboradora

A concepção da plataforma Raisy, segundo seu criador, transcende a mera inteligência artificial, pois envolve a personificação da IA por meio da criação de um humanoide personalizado, atualmente em fase de desenvolvimento. 

“Essa abordagem representa um passo adiante na interação entre tecnologia e experiência humana, moldando um futuro onde a inovação assume uma forma mais palpável e personalizada. Estamos comprometidos em ir além dos limites convencionais, buscando constantemente maneiras de aprimorar e humanizar a interação com a tecnologia”.

Lu do Magalu, influenciadora digital virtual (Foto: Reprodução)

Mas afinal, por que o nome Raisy? Gustavo afirma que ele gira em torno de duas palavras. “Sonoridade e Memorabilidade: ‘Raisy’ tem uma sonoridade única e fácil de lembrar, o que é importante para a identidade de uma IA. Pegada Brasileira: Foi escolhido por lembrar de Raiz e por ter uma pegada moderna ao mesmo tempo”.

Quais são os benefícios de ter uma IA na equipe?

Dentre os principais objetivos, elevar a produtividade da equipe está no topo da lista. 

“Em um período em que valorizamos a saúde mental de nossos colaboradores, a introdução de uma inteligência artificial se revelou como uma adição valiosa e complementar ao time. Nosso objetivo central é promover uma integração harmoniosa entre IAs e pessoas para garantir entregas eficientes, baseadas em dados e criatividade”.

E se tratando dos benefícios observados no desenvolvimento de estratégias de Brand Experience e eventos, até o momento foram identificados: 

• agilidade na geração de ideias; 

• alívio na carga de trabalho da equipe de planejamento; 

• melhoria no desempenho dos eventos e na experiência do público.

Desafios na implementação deste modelo de trabalho

A introdução de uma nova tecnologia, pode ser difícil e trazer obstáculos no início, o que ameaça, de certa forma, as práticas tradicionais de trabalho, podendo até gerar certo receio entre os colaboradores. 

Contudo, este não foi o caso para a equipe da Seven Thinkers: “Em vez de temer a mudança, nossos colaboradores abraçaram a ideia, dedicaram-se ao estudo da ferramenta e compreenderam que, ao trabalharem juntos, poderiam obter insights valiosos para a concepção e desenvolvimento de projetos”.

Segurança e privacidade de dados na utilização de IA

Outro assunto que permeia as discussões sobre Inteligências Artificiais é a segurança e privacidade de dados pessoais e das empresas ao ser envolvida em processos estratégicos. 

Compreendemos os princípios fundamentais relacionados à privacidade de dados, incluindo conceitos como anonimização, criptografia e consentimento informado. Estamos constantemente atualizados com as regulamentações da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil.”

Além disso, Gustavo afirma que já estão implementando programas que aprimoram a eficiência dos analistas, acelerando a detecção de ameaças, agilizando as respostas e garantindo a segurança tanto da identidade do usuário quanto dos dados. Essas práticas são realizadas enquanto as equipes de cibersegurança são mantidas atualizadas e mantêm controle efetivo da situação.

CB, mascote digital da Casas Bahia (Foto: Reprodução)

Aplicações práticas da Raisy – ESG, influenciadores e mais

Apesar da sua recente implementação nos processos de planejamento, a IA já tem cases de sucesso associados à sua utilização.

Estevam conta que “recentemente, participamos de uma concorrência para organizar uma corrida de rua. A Raisy desempenhou um papel fundamental ao fornecer insights relacionados a ESG, sugerindo rotas e alternativas de locais para a realização da corrida de maneira viável”.

Em outro momento durante o planejamento do mesmo projeto, a IA facilitou na curadoria de nomes influentes que poderiam ser convidados para promover a marca da corrida, bem como a criação do press kit ideal para cada personalidade mencionada.

Essa abordagem inovadora permitiu que enxergássemos o projeto por uma nova perspectiva, trazendo valiosos insights para o desenvolvimento do mesmo”, destaca Gustavo.

Qual é o futuro de tecnologias como esta na indústria de Brand Experience?

Para Estevam, seu uso e aplicações só deve crescer devido à capacidade de IAs como esta, analisarem dados de participantes e oferecerem sugestões cada vez mais personalizadas para clientes específicos, por conta dos seus mecanismos de recomendações.

“Essa abordagem pode ser vantajosa para estimular a participação e o envolvimento dos clientes, contribuindo para uma experiência geral do evento mais adaptada e aprimorada. Estamos falando de apenas uma superfície em um oceano quase que infinito de opções para ajudar na entrega final de um job”, ressalta.

Como outras agências podem integrar IA às suas operações estratégicas?

A realidade é que as Inteligências Artificiais se estabeleceram como ferramentas essenciais para impulsionar e fortalecer empresas, independentemente do setor em que atuam. 

“Aproveite a potência dos modelos generativos de Inteligência Artificial para identificar oportunidades de reimaginar funções e desbloquear níveis elevados de produtividade. Isso permitirá que sua equipe direcione seus esforços para outras áreas, uma vez que o tempo seja otimizado” finaliza Gustavo.