Tan Tan Tannn

29/04/2019


25 lições de Ayrton Senna

Há 25 anos atrás, brasileiros como eu assistiram incrédulos a morte de seu héroi, seu super herói… Chorei como criança, senti que perdia um irmão, um parente ou alguém próximo que eu gostava muito. Até hoje me emociono com aquele tema Tan Tan Tannn, assisto novamente suas vitórias no Brasil e as lágrimas insistem em embaçar os olhos.

E pensar que Ayrton Senna, juntamente com outros ícones de 25 anos atrás, como Cazuza e Renato Russo, naquela época não conviviam com celulares, emails e redes sociais. Não havia Spotfy e nem MP3. E mesmo assim ainda continua muito viva a sua história, seu legado, seus exemplos e o quanto foi tão fortemente construída sua imagem como ídolo e um representante incontestável do orgulho brasileiro.

Parece bem louco imaginar que boa parte das pessoas que trabalham com a gente hoje não o tenham visto em vida e não tenham acordado as 4 da manhã para assistir suas corridas no Japão. Não tenham colecionado revistas, álbum de figurinhas e recortes de jornal. Não tenham gritado a cada ultrapassagem, não tenham se emocionado com ele ouvindo o hino brasileiro no podium ou ainda nunca tenham xingado o Alan Prost, Jean- Marie Balestre, Nigel Mansel e alguns até o Piquet.

Naquela época existiam games, gibis e superheróis, é claro. Mas a gente gostava era daquele héroi de capacete inconfundível, derrotando todos os pilotos rivais, usando seus incríveis poderes mágicos e assombrando o mundo com seu talento.

Não consigo compará-lo com nada que exista hoje em termos do quanto ele significou para muitas pessoas. Mas dentro do universo icônico que ele representa, ainda foi um grande frasista e minha homenagem ao 25o. aniversário da morte de Ayrton Senna da Silva, é trazer aqui 25 frases atribuídas a ele, que colocadas no contexto certo e na hora exata, trazem não só a genialidade do homem por trás do esportista de alto nível, mas também o quanto inspirador pode ser conhecer os pensamentos de uma pessoa que muito tempo antes de existirem mercados profissionais tão disputados como os de hoje, gostava e sabia como ninguém como ser competitivo. Um cara que antes da onda de empreendorismo, iniciou muitos negócios. Que criou um instituto e iniciativas que visavam o bem estar de inúmeras crianças, antecipando a moda de buscar propósito. Que pregou antes de muitos livros e autores de auto ajuda, como é importante querer ir mais longe. Que muito anos a frente de todo o processo que “descobriu” a necessidade de se empoderar e cuidar melhor das pessoas, valorizava imensamente nelas o compromisso, a responsabilidade, o exemplo, o trabalho e a competência. E que antecipando toda a preocupação do mundo em respeitar as diferenças, inclusive a religiosa, soube trazer sua fé em rede nacional, computando à Deus o seu sucesso:

 

  1. Ou você se compromete com o objetivo da vitória, ou não.

 

  1. Quando penso que cheguei ao meu limite descubro que tenho forças para ir além.

 

  1. Na adversidade, uns desistem, enquanto outros batem recordes.

 

  1. O importante é ganhar. Tudo e sempre. Essa história de que o importante é competir não passa de pura demagogia.

 

  1. No que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem feita ou não faz.

 

  1. Somos feitos de emoções, basicamente todos nós estamos procurando emoções, é apenas uma questão de encontrarmos a maneira com que devemos vivenciá-las.

 

  1. Deus é forte. Ele é grande e quando Ele quer não tem quem não queira.

 

  1. Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si.

 

  1. Sempre faça tudo com muito amor, e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá.

 

  1. Eu não tenho ídolos. Tenho admiração por trabalho, dedicação e competência.

 

  1. Quero melhorar em tudo. Sempre.

 

  1. Vencer é o que importa. O resto é consequência.

 

  1. O medo me fascina.

 

  1. Cada piloto tem o seu limite. O meu é um pouco acima dos demais.

 

  1. O capacete oculta sentimentos incompreensíveis.

 

  1. Você nunca conseguirão saber como um piloto se sente quando vence uma prova.

 

  1. Uma maneira de preservar sua própria imagem é não deixar que o mundo invada sua casa.

 

  1. Dinheiro é um negócio curioso. Quem não tem está louco para ter, quem tem está cheio de problemas por causa dele.

 

  1. Meu maior erro? Acho que ainda está para acontecer.

 

  1. O fato de ser brasileiro só me enche de orgulho!

 

  1. Somos insignificantes. Por mais que você programe sua vida, a qualquer momento tudo pode mudar.

 

  1. Um dia a tristeza vai embora, aprendemos a sorrir novamente. Fazemos novas amizades, e vemos que todo aquele sofrimento do passado, não valeu tanto a pena.

 

  1. A verdade é que todo mundo vai te machucar, você só tem que escolher por quem vale a pena sofrer…

 

  1. O medo faz parte da vida da gente. Algumas pessoas não sabem como enfrentá-lo. Outras, acho que estou entre elas, aprendem a conviver com ele e o encaram não de forma negativa, mas como um sentimento de auto preservação.

 

E por fim, a profética:

 

  1. Não importa o que você seja, quem você seja, ou que deseja na vida, a ousadia em ser diferente reflete na sua personalidade, no seu caráter, naquilo que você é. E é assim que as pessoas lembrarão de você um dia.

Confira a live completa sobre este artigo em nosso facebook. Se não estiver visualizando, clique aqui.

TAGs: artigo dil-mota live-marketing