Quando vão tomar vergonha na cara?

31/08/2019


Enquanto clientes explorarem agências e agências, fornecedores, não vamos calar.

Boas práticas na relação de mercado são necessárias para que tenhamos um mercado sadio e justo.

No afã de ter cliente a qualquer preço, estamos pagando um preço alto, na cretinice e cara de pau de tentar justificar o injustificável, no destruir o outro sem entender que quando nada sobrar nem nós sobraremos.

Recentemente, reencontrei um amigo (amigo?) que agora está no cliente.

Não sei se a necessidade de trabalhar o corrompeu ou se o caráter real apareceu agora, mas, para minha surpresa, ele quis “explicar”: porque sua empresa paga em 90 dias, porque brifam 10 clientes em concorrências, e, pasmem, porque aproveitam algumas ideias de quem perde.

Me veio à mente a célebre frase, que, sem pensar, disse a ele: “Pimenta nos olhos dos outros é refresco.”

Mas não é pimenta não. É falta de ética, moral, respeito e humanidade.

Esqueceu que, muito em breve, mas eu o lembrei, mais cedo ou mais tarde, sua atual empresa o demitirá, já que a falta de ética e respeito é valor dela, e que a tendência será sua volta ao mercado, em condição salarial bem pior que tinha e que ele, em muito, ajudará esse quadro pelo que hoje defende.

A você que pratica, defende ou faz isso, dou um conselho: fique calado que é melhor.

Hoje, as redes sociais estão repletas de gente que defende o indefensável e você pode ser um daqueles que metem o malho na grandeza de sua total falta de “Compliance”( adoro esse nome que, nas empresas não tem valido merda nenhuma.).

Enquanto o silêncio de uns é conivência, e a palavra de outros afronte o que seria justo, a Ampro trabalha para mudar isso, mesmo que algumas agências, estranhamente, não se solidarizem, estando juntas.

No dia 3 de setembro, num Café da Manhã, a Ampro apresentará o Guia ABA – Associação Brasileira de Anunciantes (os clientes) – de Boas Práticas do Relacionamento entre Agências de Live Marketing e Clientes, desenvolvido pelo Comitê de Sourcing da ABA em parceria com a Q&A e apoio da Ampro.

Mais um passo duro contra o assédio moral corporativo, contra clientes e agências sem escrúpulo.

Ah, você não sabia. OK!

Agora sabe!

De que lado do muro você vai estar?

Enquanto você pensa, vou declinar de mais uma concorrência, porque nossa agência propõe Solução de Comunicação com o Live Marketing e não empresta dinheiro a cliente ou vende gente.

Nós, como a Ampro, trabalhamos!

#chegadeamc

 

Por Tony Coelho.

Fonte: -

TAGs: artigo tony-coelho