Projeto estimula o empreendedorismo feminino

17/10/2018


O mundo mudou e as mulheres estão cada vez mais em evidência. Daí a relevância do ‘Integral Woman’, idealizado pela brasileira Tânia Trevisan, CEO da TEN Trevisan Event Network.

   Tânia Trevisan, idealizadora
          do Integral Woman.

O projeto já foi lançado no Brasil, Portugal e Espanha e tem como objetivo promover o equilíbrio interno das mulheres por meio de oficinas e palestras, e ao mesmo tempo facilitar o intercâmbio de informações com networking e melhores práticas entre empresárias, executivas, empreendedoras e demais mulheres, que buscam estímulo para iniciarem os próprios negócios.

Segundo Tânia, o preço que muitas empreendedoras vêm pagando por tomar iniciativa em relacionamentos, por lançar-se na aventura de gerir seus próprios negócios, liderar equipes e assumir posições com autoridade e perseverança, tem feito com que a feminilidade e o real poder feminino acabe em segundo plano.

“O Integral Woman é resultado da minha experiência de 30 anos na área dos eventos corporativos e comunicação empresarial.”, afirma a consultora de eventos, enfatizando que é com a inspiração que ela pretende motivar mulheres a crescerem profissionalmente, culturalmente e pessoalmente.

O foco nas mulheres empreendedoras, mais do que instinto feminino da idealizadora do Integral Woman, é baseado em números. O Brasil, por exemplo, possui mais de 7,3 milhões de mulheres empreendedoras, segundo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Isso representa 31,1% do total de 23,5 milhões de empreendedores existentes no país (dados de 2015).

Na última década, a quantidade de donas do próprio negócio subiu 16% no País e a busca por qualificação técnica, segundo dados do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), evoluiu na mesma proporção. Ou seja, não só as mulheres estão empreendendo, como buscando qualificar-se para aumentar seus conhecimentos sobre negócios e sobre o próprio mercado.

Dessa forma, acaba sendo natural a criação de um projeto que estimule o networking entre essas mulheres, estimulando não só seus negócios como também sua vida, ampliando seus interesses, motivando sua presença na sociedade com qualidade de vida. “Afinal, ser mulher, desde sempre é uma atividade multiplataforma, de sensibilidade, de visão ampliada, de ajuda ao próximo, de entendimento.”, afirma Tânia.

Além de palestras, oficinas e workshops com temática variada, que passam por questões financeiras do negócio, como administrar funcionários, como negociar com fornecedores, como flexibilizar o tempo, como gerir mídias sociais ou ainda aumentar a criatividade, técnicas de maquiagem, vestuário adequado e mesmo sexualidade e saúde feminina, o projeto Integral Woman promove viagens de experiência.

“Na ânsia de empreender, tocar a vida familiar e corporativa com afinco, muitas mulheres esquecem de cuidar de si próprias e a viagem, em companhia de outras mulheres em igual condição, é um momento de reconexão com seus sonhos, consigo mesmas e ampliação de conhecimentos sobre a cultura das cidades e países visitados, facilitando sobretudo o networking internacional.”, afirma Tânia.

Desde que foi lançado em 2014, o ‘Integral Woman Tour’ já fez viagens para vários destinos nacionais e internacionais como Portugal, Espanha, Peru, Emirados Árabes (Abu Dhabi, Dubai e Omã), Eslovênia e Croácia. Todos os encontros tiveram o propósito de networking e benchmark, tanto negocial como para desenvolvimento pessoal e cultural. E até o fim de 2019 já estão programadas mais sete viagens com o mesmo objetivo.

“Atualmente o Projeto IW está no Brasil, Portugal e Espanha. Abrange cerca de dez mil mulheres empreendedoras de nível superior, entre 25 a 65 anos de idade, e cheias de ânimo para compartilharem as suas experiências e inspirarem outras mulheres. Elas têm alto nível educacional, são de classe média e alta, são formadoras de opinião e influenciadoras dentro da sua rede de relacionamento, e têm como interesse comum o desenvolvimento das mulheres em amplos aspectos.”, relata Tânia.

Fonte: Redação Promoview.