Dia Mundial da Criatividade será comemorado em Abril

19/03/2018


            Lucas Foster

Com intervenções na Avenida Paulista e atividades em vários cartões postais de São Paulo, os preparativos para a reabertura do SESC (Unidade Paulista) após 10 anos e ações em outras cinco cidades brasileiras (Fortaleza, Campinas, Cuiabá, Rio de Janeiro e Porto Alegre), o Dia Mundial da Criatividade (DMC) acontece em 21 de abril e promete ser um marco para quem acredita no poder da criatividade para resolver os problemas deste século.

Inclusive, no ano passado, o Dia Mundial da Criatividade entrou para o calendário oficial da Organização das Nações Unidas (ONU) com a intenção de reforçar e celebrar a importância da criatividade e da inovação para o desenvolvimento sustentável, reunindo atividades em mais de 50 países e unindo jovens profissionais, empreendedores, pensadores, especialistas e executivos.

A iniciativa de celebrar a importância da criatividade surgiu no início do século 21, quando líderes em diversos países criaram suas datas específicas para incentivar e fomentar o comportamento criativo e inovador como estratégia para o desenvolvimento social, econômico e ambiental.

No Brasil, o Dia Mundial da Criatividade começou a ser organizado em 2014 pelo psicólogo Lucas Foster, idealizador do Prêmio Brasil Criativo e um dos principais nomes da economia criativa no Brasil.

A partir deste ano, a IdeaFixa, uma das maiores comunidades criativas da América Latina, se une a ProjectHub para formar a comissão organizadora oficial do Dia Mundial da Criatividade no Brasil que, até 2016, era comemorado seguindo a mesma data do calendário de Portugal.

“A criatividade é reconhecida cada vez mais como um ativo estratégico para o desenvolvimento econômico, social e ambiental sustentáveis. Para se ter uma ideia, segundo o Fórum Econômico Mundial, a quarta revolução industrial vai destruir 5 milhões de empregos nos próximos três anos. Ao mesmo tempo, os trabalhos que envolvem imaginação, criatividade e pensamento estratégico sobreviverão, segundo a Universidade de Harvard", explica Lucas. "Não à toa, pensadores como o educador Sir Ken Robinson chamam a atenção para o atual sistema educacional afirmando que ele mata a criatividade. Por isso, decidimos desde 2014 que era
hora do Brasil celebrar e incentivar a criatividade como matéria-prima essencial para o século 21", completa o psicólogo.

Ter o reconhecimento da ONU que estabelece um Dia Mundial da Criatividade, como uma data oficial do calendário internacional é uma conquista e motivo de orgulho para nós, que lutamos por isso há tanto tempo”, afirma o psicólogo e porta-voz do Comitê Organizador do Dia Mundial da Criatividade no Brasil.

Com o apoio da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia da cidade de São Paulo, a capital segue a tendência de cidades ao redor do mundo que levantam a bandeira da importância do empreendedorismo criativo, como uma oportunidade para a criação de micro, pequenas e médias empresas no mundo.

A meta da organização para a edição do Dia Mundial da Criatividade 2018 é alcançar 75 atividades espalhadas em 25 locais durante o Festival Paulista Criativa, sediado na capital paulista. Outras 25 atividades serão pulverizadas em outras cidades do Brasil. Entre a série de atividades programadas pela Organização para estimular a economia criativa, estão palestras e workshops a serem confirmados em ícones da criatividade da cidade como Museu de Artes de São Paulo (MASP) e Escola Britânica de Artes Criativas (EBAC).

Outra novidade para o lançamento é a revelação da nova identidade visual do Dia Mundial da Criatividade, que fica a cargo do designer gráfico brasileiro Julio Mariutti, professor do curso
de design gráfico da EBAC e que a assinou projetos para a Design Weekend!, São Paulo e a Bienal Internacional de Arquitetura da cidade.
 

Fonte: Redação Promoview