Achados & Vividos

18/09/2019


Temporada 1; Episódio 1.

Rio Grande do Sul, 31 de agosto de 2019.

Uma enorme tempestade assola a Serra Gaúcha, há cerca de 4 horas.

O dia não amanheceu; trovoadas e clarões.  

6 graus de temperatura.

Um sábado.

Ótimo dia pra não colocar os pés pra fora dos cobertores.

E com tudo isso, o meu ACHADO & VIVIDO de hoje, aconteceu na cidade de Canela-RS, nestas condições climáticas.

Um fantástico evento de live marketing criado, produzido e desenvolvido por um projeto sociocultural, que nos ensina um conceito, que muitas vezes esquecemos em relação a nossos clientes e patrocinadores: Gratidão.

Eis a história de como tudo aconteceu.

Naquele dia 31, Andrelise, acordou cedo.

Aliás, pouco dormiu.

Estava ansiosa, cheia de expectativas, com o coração transbordando de emoção.

Tomou seu café da manhã, arrumou suas coisas, vestiu seu uniforme e foi direto para o compromisso que tinha naquele dia tão frio.

A professora de História, com mestrado completo, hoje cursando o seu Doutorado também em história com ênfase na área de História do Teatro, na PUC/RS em Porto Alegre, saiu apressada de sua casa.

Com somente 25 anos, ela é diretora de teatro, dramaturga e atriz profissional há mais de 10 anos.

É natural de Rio Grande – RS, e mora em Gramado há cerca de 4 anos.

Ketlyin tem 13 anos.

Adora teatro, e ficou muito feliz quando conseguiu um lugar para estudar esta arte.

Não foi fácil.

Muitas garotas inscritas e poucas vagas.

Mas ela conseguiu.

Apesar do frio e da chuva ela e seus familiares estavam cedo de pé. Afinal tinham uma atividade muito importante para fazer: dizer obrigado.

Não muito distante dali saia Toninho, em direção ao seu Piva Magazine. Empresário há vários anos, ele também estava ansioso.

Sabia que receberia uma visita, mas não tinha a menor ideia de quem iria até sua loja.

Estava preocupado com a chuva.

A temperatura já havia melhorado: 7 graus.

Mari Carvalho e seus horários estranhos.

Ora é tudo muito cedo.

Ora é muito tarde.

E o marido que acompanhe e cuide, pois na profissão dela é assim mesmo.

Foi difícil convencer seu parceiro de vida a acordar naquele dia. Depois de 1 semana dura de trabalho, 6hs da manhã o despertador tocou.

Estava na hora.

Para se proteger do frio, um enorme cachecol em volta do pescoço. Afinal a Profi Mari iria cantar durante a manhã inteira.

De repente, alguém começa a falar:  acorda, acorda, tá na hora. Tem gente te esperando.

Um bocejo aqui, outro ali e Jéber está mais torto do que de pé, mas pronto para o dia.

Ele pega o seu violão e começa seu trajeto.

A vizinhança, claro, não tendo nada pra fazer, sai comentando: onde será que esse cara vai com violão debaixo do braço, a esta hora da manhã, com essa chuva e com esse frio?

Tá chegando ou tá saindo?

Um ano e meio de participação.

Pietro começou aprendendo teclado e agora está envolvido com artes visuais.

Para ele, aquele dia seria um desafio. Teria que cantar.

Mas com 10 anos, os desafios se tornam diversão, principalmente quando envolve um grupo de amigos.

Acordar cedo foi fácil.

Nem reclamou de botar casaco e levar guarda-chuva.

Queria mesmo era chegar logo.

Encontrar os amigos.

Uma outra menina de 15 anos também acordou muito cedo.  Júlia.

Quase esqueceu de tomar seu café da manhã.

Logo que acordou, tratou de expulsar todo mundo da cama. Afinal tinha uma condução para tomar.

O ensaio esperava por Julia.

E ela não queria perder nenhum minuto.

Queria saber tudo o que precisava fazer, bem direitinho.

Um projeto sociocultural.

Uma Academia de Arte e Cultura, mantida pela D`arte Multiarte, uma empresa de criação de espetáculos, shows, ativações e experiências e pela Associação Cultural das Hortênsias, bem no centro da cidade de Canela.

Nada mais pertinente.

A cada ano, a AAC cria um evento e convida os patrocinadores para participar.

Desde 2012 é assim.

Mas são todos criativos: artistas, todos inquietos e loucos para correr riscos, tentar diferente, fazer o novo.

Resultado: criaram o NOSSO DIA DE GRATIDÃO!

Aos patrocinadores!

Criou-se um evento, ao vivo, onde os alunos do projeto foram visitar seus patrocinadores para agradecer o apoio que eles oferecem.

Naquele dia 31, todos tinham que estar na sala de ensaios as 8hs da manhã.

Passaram a música que iriam cantar e em seguida saíram.

Aí, uma bela surpresa.

A academia tem 120 alunos.

Por ser um sábado, com aquele frio, a chuva.

A dificuldade de chegar no espaço e tudo o mais, gerou uma baixa expectativa nos professores em relação à frequência.

Mas, rapidamente o espaço multicultural D`arte encheu.

Noventa alunos e seus familiares enfrentaram todas as dificuldades e se apresentaram para participar.

O comprometimento encheu de alegria os diretores e os professores da AAC.

Enquanto ensaiavam, os ônibus de um dos patrocinadores, estacionaram para levar as crianças.

Enquanto isso, as 90 crianças, ensaiando.

Um detalhe muito importante: a música foi composta (letra e melodia) pela turma de Técnica Vocal da Academia de Arte e Cultura!

O ensaio no espaço multicultural D`arte.

Letra Música Oficial

O Nosso Dia de Gratidão

Academia de Arte e Cultura

O projeto nos deu oportunidade

De mostrar a nossa criatividade

Cantamos juntos, criando laços de amizade

Fazendo aquilo que nos traz felicidade

Estamos aqui pra demonstrar

Que os sonhos são possíveis, se você acreditar

Com muito amor e paixão

Escrevendo nossa história com uma canção

Cada nota é uma sensação

Ondas sonoras, vindas do coração

Mostre pro mundo do que é capaz

Que a arte e a cultura podem ser bem mais

Estamos aqui pra demonstrar

Que os sonhos são possíveis, se você acreditar

Com muito amor e paixão,

Escrevendo nossa história com uma canção

Com muito amor e paixão, escrevendo nossa história com uma canção.

Assista ao vídeo abaixo. São 60 segundos de pura emoção:

Caso não consiga visualizar o vídeo clique aqui.

A AAC tem 6 diferentes modalidades artísticas: Ballet, Técnica Vocal, Acrobacia Solo, Acrobacia Aérea, Teatro e Artes Visuais. As aulas acontecem uma vez por semana, e tem a duração de 2 horas.

Todo o material, equipamentos e uniformes adequados a cada disciplina são entregues aos alunos gratuitamente.

Andrelise – “Foi muito bacana ver o comprometimento dos alunos e das famílias que acabaram tendo que se envolver também.

A primeira ação que desenvolvemos foi conscientizar os alunos e os pais, da importância de termos patrocinadores em nosso projeto. Sem eles, seria impossível realizar qualquer coisa.

Além disso, mostramos a todos, o privilégio que é, poder estudar arte, de graça, sem nenhum custo de qualquer natureza. E isso é fruto da crença que nossos patrocinadores têm de que é possível transformar a sociedade, por meio da arte."

Anualmente, a direção e os professores da Academia de Arte e Cultura, planejam ações que visem demonstrar às empresas que patrocinam a AAC, um pouco mais sobre o trabalho que está sendo desenvolvido nas turmas.

O objetivo é que os patrocinadores possam visualizar, na prática, a evolução no aprendizado das crianças, que só é possível por conta do auxílio financeiro, que mensalmente fornecem ao projeto.

Neste ano, aconteceu uma ideia diferente.

Planejar uma ação, que foi carinhosamente apelidada de “O Nosso Dia da Gratidão”, em que os alunos da AAC visitassem os nossos principais patrocinadores, conhecendo quais são as empresas que apoiam e, principalmente, as pessoas responsáveis por fornecer este apoio.

Além disso, nesta ação, os patrocinadores puderam ver todas as turmas do projeto, juntas, cantando uma música, criada especialmente para este dia.

A ideia era que, vestindo o uniforme da AAC, um mar de crianças invadisse cada uma destas empresas, surpreendendo o cotidiano dos funcionários e colaboradores, com um lindo gesto de gratidão em forma de música.

Após a ideia ter sido consolidada, o primeiro passo foi divulgar esta ação em todas as turmas do projeto. Conversamos com os alunos sobre o importante papel dos patrocinadores da AAC, e convocamos todas as crianças a participarem desta ação, demonstrando um pouquinho do carinho e gratidão por cada uma destas empresas.

Em um segundo momento, os professores assumiram junto com a direção, a missão de ensaiar com as turmas a música oficial do projeto.

Apresentação Mundo a Vapor.

O NOSSO DIA DE GRATIDÃO.

Impressiona como uma pequena comunidade, no Sul do País, possa ter tido uma ideia tão genuína como esta.

Quantas vezes, nós, que vivemos nosso dia a dia no marketing ao vivo esquecemos de reverenciar os patrocinadores de nossos projetos.

Que iniciativa interessante.

Falamos em programas de fidelização, cheios de teorias.

Vejam este, cheio de prática.

E ao vivo.

Com 90 atores/cantores entre 6 e 15 anos.

 Ketlyin - “Fiquei nervosa com a apresentação. Era a minha primeira vez e afinal de contas, os patrocinadores estavam ali presentes.

Acho que nós devemos demonstrar esta gratidão pois eles dão o dinheiro para que nós possamos nos desenvolver. E assim percebem que estão sendo valorizados.

Eu amo ser aluna do projeto.

Me divirto muito.

Tira o stress da minha cabeça.

Depois que comecei a fazer teatro consigo me expressar melhor, conversar com as pessoas e estou mais alegre.”

Júlia é aluna de teatro há “cinco maravilhosos anos” desde 2014.

Por isso aquela manhã fria e chuvosa tinha para ela um significado muito especial.

“Naquele dia pudemos realizar uma atividade muito importante para nossa comunidade: dizer obrigado a nossos patrocinadores.

Além disso pudemos demonstrar como é importante termos este contato com a arte.

Além de fazer novas amizades, o projeto me mostrou uma coisa muito importante: sim, eu sou capaz.”

Pietro - “Quando fazia música passei em me interessar por música clássica. Agora, nas artes visuais estou entendendo o verdadeiro valor das artes.

Me sinto muito feliz de estar fazendo a coisa certa.

E também acredito que mostrar a nossos patrocinadores o valor que tem todo o esforço em nos patrocinar, é muito, muito importante. Sou agradecido.

Antes eu não tinha contato com a arte. Tudo muito longe.

E este contato ampliou muito meu conhecimento. Hoje por exemplo tivemos uma aula falando dos bastidores dos espetáculos. Foi muito legal. Não sabia de nada daquilo.”

A Academia de Arte e Cultura possui ao todo 120 alunos. 90 crianças participaram da ação!

Todos os nossos professores acompanharam, juntamente da equipe de direção composta por: Lisiane Urbani (fundadora do projeto), Carolina Parmegiani (Diretora Geral) e Andrelise Santorum (Diretora Pedagógica).

São nossos professores: Jéber Costa (teatro), Iara Peccin (Artes Visuais), Maria Lina (Acrobacia Aérea), Nicolas Rodrigues (Acrobacia Solo), Luana Serrão (Ballet) e Mariana Carvalho (Técnica Vocal).

Os professores e diretores da AAC.

Toninho – Piva Magazine. “O principal trabalho que eu vejo da AAC, é que essas crianças são inseridas na sociedade, através da música, dança, teatro e passam a ter maiores possibilidades de progredir socialmente.

A Academia tem um papel muito importante na cidade de Canela e nós, que aqui vivemos, temos que ter muito orgulho deste trabalho.

Eu fiquei muito emocionado ao ver as crianças cantando dentro de minha loja.

Pude perceber o quanto é bem realizado este trabalho.

E tem que receber apoio de toda a comunidade, por tudo que entregam.”

O Piva Magazine é patrocinador desde a criação da AAC há 7 anos atrás.

Mari é professora de canto na AAC e, como todas as crianças iriam formar um grande coral, sua responsabilidade aumentava um pouco.

“Fazer parte de um projeto como a Academia de Arte e Cultura é enriquecedor tanto para os alunos quanto para nós professores.

Ver no sorriso e no olhar de cada aluno brilhar a paixão pela arte, faz valer a pena o nosso trabalho!

E foi justamente este o resultado que quisemos mostrar aos nossos patrocinadores.

Os alunos levaram a gratidão em forma de arte a quem investe neles e acredita no poder transformador que a arte possui.

Este sentimento sincero transbordou a cada vez que eles cantaram, enchendo os olhos, os ouvidos e os corações dos patrocinadores, dos funcionários de cada estabelecimento e também de cada um do corpo docente do projeto."

Apresentação no Piva Magazine.

Jéber também é de Rio Grande – RS, e seu primeiro contato com arte foi através da música.

Formado em contabilidade e matemática, quando subiu num palco pela primeira vez decidiu: “é isso que quero fazer”.

Além disso é pós-graduado em artes cênicas e é palhaço profissional.

O auxílio mensal de nossos patrocinadores cobre: salário de professores, salário da equipe de secretaria e direção pedagógica, custos do espaço para as aulas (água, luz, aluguel do espaço, limpeza), material para as aulas, uniformes, material de escritório.

Nossos patrocinadores: Piva Magazine, RedeMac Madeiras Caracol, Mãos do Mundo, Mundo a Vapor, Estação Sonho Vivo e Espetáculo Korvatunturi.

Nossos apoiadores:

Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (SMEEL) – Nosso principal apoiador. Fornece o transporte gratuito das crianças todo o dia de aula. O transporte busca as crianças na frente de sua escola, deixando-os na frente da D’arte Espaço Multicultural, e ao término da aula transporta novamente para sua escola de origem, onde os pais os esperam.

Estampar – Fornece a estampa dos uniformes dos alunos.

Sérgio Azevedo – Fornece o serviço de fotografia para todos os eventos da AAC.

System Produções Técnicas – Fornece o serviço de som e luz para os espetáculos que anualmente são realizados.

Aquarius Contabilidade que faz todo o processo contábil.

Brocker Turismo – Apoia a Academia com transporte para atividades extras. No dia 31 de agosto utilizamos 2 de seus ônibus.

A AAC tem ainda 2 apoiadores, pessoas físicas, os Amigos do Projeto, como são carinhosamente chamados, Marlene Peccin e Eduardo Port.

Apresentação na Rede Mac Madeiras Caracol.

Jéber - “Foi um momento muito empolgante, gratificante, único, ímpar. A atuação das crianças, desde os pequeninos (entre 6 e 9 anos), até os adolescentes (até 15 anos).

Todos se dedicaram muito e cada um que conseguia decorar a música vinha pra me contar.

A galera foi em massa.

E todos sabendo da importância do que significa ser um patrocinador, conceito que trabalhamos com nossos alunos.

Todos entenderam a importância de ter a sua frente aqueles que por meio de sua contribuição davam as condições para que eles tivessem tudo o que é necessário para desenvolverem sua arte.

Os patrocinadores puderam ter a exata noção de que seu esforço em patrocinar a AAC vale a pena, e constaram que o investimento feito estava ali, demonstrando o retorno através da música no NOSSO DIA DE GRATIDÃO.

A arte transforma.”

Apresentação no Mãos do Mundo.

Mari - “Dar aulas neste projeto é diferente.

Tem uma força muito maior saber que, além de ensinar técnica vocal, está se ensinando a ser artista, a ser sensível, a ver o mundo de um ângulo muito mais belo e cheio de possibilidades, a se tornar um ser humano melhor, tanto para si mesmo, quanto nas suas relações, e tudo isso a pessoas que provavelmente não teriam condições de ter acesso a este tipo de conteúdo.

A gratidão não é só dos alunos. É também dos professores, por estas empresas acreditarem no nosso trabalho e nos permitirem fazer parte de algo tão belo.”

“A arte transforma! E que grande privilégio é poder ser um canal desta transformação, através do ensino!”

As apresentações foram emocionantes.

Empresários, colaboradores e os próprios clientes que estavam nas lojas nos confidenciaram que aquela apresentação tão linda e singela havia mudado o dia deles.

Ao final da música, as crianças cumprimentavam e diziam: OBRIGADO POR PATROCINAR O NOSSO PROJETO.

Como Diretora pedagógica da AAC, Andrelise estava recompensada e agradecida por ter podido viver aqueles momentos.

Fica a dica: Para ser um patrocinador, apoiador ou amigo do projeto: basta entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone: (54) 3282-6562.

 

TAGs: artigo evento luiz-coelho