Nossa mudança de mindset precisa de data para validação?

16/01/2020


Inerente à vida humana é o ímpeto da evolução constante e da necessidade do novo. O que nos faz programar diversas ferramentas que nos conduzem à renovações periódicas. 

O que nos move é o olhar adiante. Vivemos o hoje planejando o amanhã, e boa parte das nossas ações de hoje são pautadas pelo que queremos no futuro, a curto, médio ou longo prazo, mas no futuro. 

Tanto no âmbito pessoal quanto no profissional, os nossos desejos, ambições e metas são o que nos movem e nos instigam a seguir dia pós dia, construindo cada pecinha do cenário em que desejamos viver. 

Quando queremos construir um amanhã melhor do que o hoje – quase sempre – e com melhores resultados, buscamos novas configurações de como fazer o que já fazemos, ou novas tarefas e atividades que nos ajudem a produzir a mudança de que necessitamos. O que nos leva a entender rapidamente que cada nova meta estipulada nos propõe de pronto um novo mindset, um novo modus operandi para que nossas capacidades se moldem aos novos objetivos.

A questão que vale a pena levantarmos é: Será que é mesmo preciso cruzar determinado espectro de tempo para validarmos um novo mindset? 

Por que a virada de ano ou os aniversários nos colocam imediatamente a prova do que queremos melhorar, mas todas as outras 364 novas manhãs não são compostas pela força desta mesma matéria?  

Se precisamos de constantes renovações, por que não seríamos capazes de realizar mudanças em menores espaços de tempo? O que produziria melhores resultados com maior rapidez, otimizando nosso processo de evolução.

Essa questão é um bom ponto de partida para que tomemos racionalmente a poderosa consciência de que qualquer recorte de tempo, é passível de mudanças profundas, de novos modelos de investimento do nosso tempo, de mudança das nossas metas configuradas inicialmente se for o caso, e principalmente de uma destemida auto permissão para criarmos sem limites, novas soluções que dialoguem diretamente com nosso propósito maior, através das mudanças menores, hoje ainda potencializadas tão eventual e periodicamente.

Este é um convite para entendermos o tempo a nosso favor, para além dos calendários, das horas de expediente ou das datas comerciais. Um convite para reprogramarmos nossas mentes criativas de forma que nenhum determinismo de origem remota atravanque nosso ilimitado potencial de evoluir, desenfreadamente. 

Sendo assim, um ótimo dia, semana, mês, ano e década à todos. 

A mudança é agora.

Fonte: Redação

TAGs: artigo ferramentas mindset