#MTT2019

30/12/2018


Pra terminar o ano, vou usar um pouco de prosa
Versos e rimas, quem sabe uma leitura gostosa.
Fazendo uso da verve do repente nordestino
Coisas do DNA, inspiração desde menino…

Pois eu não poderia fechar o ano sem você
Parece previsível, mas merece um #MTT.
Nem todos concordariam com essa homenagem
Uns diriam que sou louco, outros que é sacanagem.

E não vou ignorar esse aprendizado
Várias lições boas, me ajudaram um bocado.
Outras, vieram frias e antipáticas
Me deixaram puto, mas foram didáticas.

Foi justamente em você e tenho que agradecer
Quantas pessoas incríveis pude conhecer.
Também foi ali que outras tantas descurti
Cansei de blablabla e deixei de as seguir.
Mas tem aquelas que sempre vou lembrar
Aliás, não vejo a hora de as reencontrar.
Tem gente que não pode ficar distante
Sim, queremos vê-las a todo instante.

O que dizer então do trabalho
Intenso e pegando muito atalho.
Com muita dedicação, uns foram perdidos
Faz parte, mas há também sabores desconhecidos.

Ética é coisa pra se contar nos dedos
Uns têm, outros não, alguns têm medos.
Mas também há gostos pra não esquecer
E vindos em bom número. Sim: o de vencer!

E quanto encanto vem no ato
Que coisa boa fazer tanto contato.
Ler, estudar e conhecer
Cursos e palestras, é bom aprender.

Entre descobertas e desatinos
Mundo de adultos, pouco de meninos.
Amadurecer e repensar
Olhar pra si e reorganizar.

Manter o ritmo constante
Se reavaliar a cada instante.
Alienar-se do que não acrescenta
Abrir mão do que já não alimenta.

Ou calar-se diante de papo furado
Pouco embasamento e tom forçado.
Lamentar também a linha torta do discursismo
Som ruim de coisas que rimam com ismo.

Abraçar uma causa e fazer um depósito
Quem procura, sempre acha um propósito.
Às vezes no raso, outras só com mergulho
Respiro bem fundo e me orgulho.

E por isso nessa segunda vamos ter
Um motivo a mais para agradecer.
Rápido, intenso e muito corrido.
Foi jogo muito jogado e concorrido.

Cansado, mas muito consciente
Vejo agora que foi um grande presente.
E antes que à meia-noite, tudo se renove.
#MTT e minha gratidão, ano de 2019!

 

(Um agradecimento mais do que especial e minha gratidão às inúmeras pessoas que permitem que meus “textões” sejam publicados no Promoview todas às segundas-feiras, sempre com muita atenção, carinho e profissionalismo: #MTT Júlio e Cindy Feijó, Antonia Goularte, Luana Costa, Gabriel Marafiotti e toda a equipe).

 

Por Dil Mota.

 

TAGs: artigo dil-mota