Imersão em Paris com o 'Brandstorm' da L'Oréal

06/02/2019


Edição de 2019 premiará estudantes com um programa completo para desenvolver, lapidar e viabilizar projetos inovadores de negócios.

Brandstorm, concurso de inovação da L'Oréal existente há 27 anos, está com inscrições abertas.

O programa busca projetos disruptivos de universitários do País inteiro que contemplem a experiência em cuidados com a pele para atrair, engajar e educar consumidores preocupados com a saúde.

A competição é voltada para estudantes do Ensino Superior, de todos os cursos, que precisam se inscrever até dia 14 de março.

"A L'Oréal é uma empresa em constante busca pela inovação, um dos nossos pilares estratégicos. Neste ano, queremos investir num projeto que una os cuidados com a pele as novas tecnologias e soluções digitais existentes, repensando a maneira como as pessoas vão cuidar de sua saúde no futuro.", diz Sara Mariotti, diretora de Talentos da L'Oréal.

Para participar, é preciso formar um grupo com três integrantes e realizar a inscrição no site, com a descrição da solução para a missão proposta. A rodada final, com as defesas e a escolha dos melhores projetos, será realizada em maio, com a presença dos melhores concorrentes do mundo.

Neste ano, à equipe vencedora será oferecido o Prêmio Intraempreendedorismo. Ele vai dar aos times a chance de fazer uma verdadeira imersão 360° na Estação F, em Paris, na França, o maior campus de startups do mundo, ao lado de alguns dos mais brilhantes empreendedores mundiais.

Durante o período de três meses, os projetos passarão por todas as etapas de desenvolvimento, desde as áreas jurídica e financeira até prototipagem técnica e marketing, com constante treinamento e orientação da L'Oréal e de um time de especialistas externos.

Ao fim da experiência, os estudantes apresentarão seus modelos de negócios aos principais executivos e investidores internos.

O programa Brandstorm existe há 27 anos e já envolveu a participação de mais de 34 mil estudantes de 63 países, com o treinamento de mais de 80 horas de e-learning e oito mil projetos e inovações avaliados.

Mais sobre o Brandstorm aqui.

 

Fonte: Redação.

TAGs: