Agência um.a é reconhecida pela ONU por apoiar o "Livres e Iguais"

06/01/2019


Empresa segue os cinco requisitos estipulados pelos padrões de conduta da organização para promoção do respeito e igualdade para pessoas LGBTI.

A um.a, antiga agência Um, especializada em live marketing, foi reconhecida oficialmente pela ONU (Organização das Nações Unidas) como apoiadora do movimento "Livres e Iguais. A iniciativa valoriza empresas e pessoas que fortalecem a diversidade e promovem uma cultura de respeito e igualdade tanto no local de trabalho quanto nas comunidades onde atuam.

O objetivo desta iniciativa é facilitar e estimular direitos iguais e tratamento justo para pessoas LGBTI. Para isso, conta com o apoio de empresas de todo o mundo, sejam elas grandes, pequenas, locais ou multinacionais. A um.a é a primeira agência de live marketing do País escolhida pela organização.

Uma empresa é considerada apoiadora oficial da campanha quando cumpre os requisitos exigidos pelos padrões de conduta estipulados pela ONU. São cinco tópicos principais:

  • Respeito aos direitos humanos de funcionários, clientes e membros da comunidade LBGTI.
  • Eliminação da discriminação contra funcionários LGBTI no local de trabalho.
  • Apoio aos funcionários LGBTI no trabalho.
  • Sem discriminação de clientes, fornecedores e distribuidores LGBTI – e insistência para que parceiros de negócios também não discriminem.
  • Defesa dos direitos humanos de pessoas LGBTI nas comunidades onde mantêm negócios.

A campanha ONU Livres & Iguais foi lançada em julho de 2013 pelo Escritório do Alto Comissionário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH).

Equipe da Um.a comemora o reconhecimento pela ONU.

"É um reconhecimento para as medidas que adotamos nos últimos anos e que culminou na mudança de identidade da empresa para um.a. Valorizamos, respeitamos e estimulamos a diversidade, principalmente como fonte de criatividade e novos negócios.", explica Ronaldo Ferreira, sócio-fundador da agência.

Em 2017, alcançou 2,4 bilhões de linhas do tempo nas redes sociais de todo o mundo e gerou correntes de materiais vastamente compartilhadas.

Versões nacionais da campanha e eventos têm sido organizados em quase 30 países, com apoio visível da ONU e líderes políticos, religiosos e de comunidades, além de celebridades de todas as regiões do mundo.

Fonte: Redação.

TAGs: