Acredito nisso com o coração e o com o olhar atento para os números e a possibilidade de crescimento do PIB em 2018 para próximo de 3% e desempenho animador da Bolsa de Valores.

O biênio 2018/2019 será melhor para o Brasil ?

08/01/2018

         Vanessa Martin

Acredito nisso com o coração e o com o olhar atento para os números, como a melhoria nos índices de emprego, queda da inflação e dos juros bancários, possibilidade de crescimento do PIB em 2018 para próximo de 3% e desempenho animador da Bolsa de Valores

Ainda temos várias barreiras (desdobramentos dos casos investigados pela PF, eleições e reforma da Previdência, entre outros), mas o ânimo, a esperança e a confiança do mercado estão se fortalecendo.

O relacionamento cliente x agência mudou

No seu editorial no Meio & Mensagem, Jonas Furtado destacou que, na indústria da comunicação, os grandes players “trabalham para diversificar suas ofertas, especialmente no território digital e, em termos de se tornarem parceiros mais estratégicos de negócios. Núcleos de Business Intelligence baseados em dados ganharam relevância em organizações cada vez mais integradas e menos personalistas.”

Este cenário também se aplica ao mercado de eventos, onde os contratantes buscam empresas que sejam mais do que fornecedores: querem aliados estratégicos que entendam do seu negócio e trabalhem pró-ativamente para o sucesso do evento. Também querem transparência nas relações. E esta aliança está alicerçada no conhecimento estruturado, que só pode ser obtido com análise criteriosa dos dados relevantes para o aprimoramento do mercado. É a busca incessante pelo melhor ROI, ROE....

Crescimento do digital

Portanto, mais uma vez, o digital ganha ainda mais relevância no mundo corporativo, não apenas no volume avassalador de informações disponíveis, mas nas plataformas sociais e ferramentas digitais que são essenciais hoje em dia para alcançar todos os objetivos das marcas e para superar as expectativas dos consumidores.

Merece destaque os usos e aplicações da IA – Inteligência Artificial, que crescem exponencialmente. O Gartner diz que, até 2020, 85% das interações entre consumidores e empresas serão feitas sem intermediação de humanos, ou seja, através da IA. E que no ano que vem, 20% da geração de conteúdo corporativo será produzido por ela.

Concordo com Alexander Boykov, de que os profissionais do marketing e os influenciadores continuarão a ditar as regras e a exercer forte poder nos processos decisórios no mundo das mídias sociais e nas plataformas digitais. O crescimento da importância destes profissionais na opinião dos consumidores também está diretamente relacionado com a repercussão do sucesso ou fracasso de um evento junto aos seus participantes potenciais e prospects.

Encantar o ser humano é o foco principal

Isso é a mais incrível constatação que visualizamos, ao analisar o cenário e as possibilidades futuras:  que a tecnologia trabalha unicamente para seduzir e encantar o consumidor. Cada voz importa! A batida de cada coração importa! Tudo gira por e para pessoas! E nada melhor para envolver as pessoas que as imagens e sons, motivo pelo qual o vídeo e o streaming ganharam tanta força.

Como se destacar em 2018

Algumas das vozes mais importantes do setor no Brasil, apontam para o crescimento de eventos focados, que valorizem a troca e a integração entre participantes e com as marcas, o content marketing, a aprendizagem criativa, menor duração das palestras, formatos inovadores e envolventes e a forte utilização das mídias sociais, das plataformas digitais, dos videos e do live streaming.

Entre os profissionais dos eventos, se destacará em 2018 aqueles que pensarem estrategicamente o negócio dos seus clientes, para então aplicarem esta visão assertiva na escolha das infinitas opções que o setor oferece.

Você está preparado?


Fonte:: Vanessa Martin