Confira a tecnologia do futuro apresentada na CES 2019

14/01/2019


A maior feira de tecnologia do mundo começou como várias outras: um monte de gente se espalhando por pavilhões e pavilhões.

Em Las Vegas, de 8 a 11 de janeiro, mais de 80 mil pessoas passaram pelo Centro de Convenções da cidade e também por salas e mais salas de demonstração espalhadas por hotéis da cidade.

Confira as principais feiras de negócios aqui.

Gente dos quatro cantos do planeta, divididos entre expositores – que foram para mostrar seus produtos ou seus projetos e compradores – que estavam atrás da inovação que pode se transformar num ganho de mercadoNeste ano, havia uma grande expectativa no ar em torno da nova tecnologia 5G que está chegando.

No entanto,  não houve tanto espaço assim para ela. Pelo menos não sob a forma de produtos finais para os consumidores.

Algumas empresas mostraram detalhes da infraestrutura que vai dar suporte às novas velocidades da comunicação celular. Mas, como ficou claro por lá, mesmo que o 5G esteja batendo à porta e já comece a aparecer em algumas operações comerciais ainda esse ano, a Era da internet móvel de nova geração só deve mesmo se tornar realidade no final desse ano ou em 2020.

Se o 5G ainda está nos planos, a inteligência artificial já está por todos os lados. No aspirador de pó autônomo, nos eletrodomésticos que conversam entre si, e, é claro nos robôs – que surpreendem cada vez mais.

Os robôs ganharam destaques na Consumer Electronics Show. Protótipos de androides bípedes, máquina dobrável e até mesmo um auxiliar de compras foram apresentados no evento por grandes empresas de tecnologia.

A feira deste ano trouxe novas iniciativas em telas, TVs, mobilidade e assistência para idosos. Confira a seguir as melhores tecnologias apresentadas no evento.

Samsung Gems-H

Esse aparelho mira na bilionária indústria de saúde. Chamado Gems-H, ele é um exoesquelo que ajuda idosos e vítimas de AVC a andar novamente.

Ele funciona por duas horas com uma única carga na bateria. Seu funcionamento não se limita a caminhadas simples, é possível até mesmo subir escadas com o produto–que ainda está em fase de testes.

TV que enrola

A nova TV LG Signature Oled R chamou a atenção na CES. Ela tem tela que enrola e desaparece dentro do seu rack quando não está em uso.

Desse modo, ela tira da sua sala de estar, ou quarto, aquele tradicional espelho preto sem função alguma.

É a primeira vez que a LG aplica a sua tecnologia de displays flexíveis em um produto comercial.

Cerveja em casa

A LG entrou em um segmento novo com o anúncio da sua primeira máquina de fazer cerveja em casa.

Como uma cafeteira Nespresso, você usa cápsulas para fazer a bebida. Claro que vai levar mais tempo do que um cafezinho, são 15 dias de preparação.

TV Micro LED

A Samsung levou para a CES a sua nova TV com tecnologia Micro LED. Essa rival do Oled faz basicamente a mesma coisa, com a diferença de não usar materiais orgânicos, que podem se deteriorar com o tempo.

Depois de aparecer em uma telona inviável para casas no ano passado, a sul-coreana trouxe uma versão de 75 polegadas.

Royole FlexPai

O FlexPai é o primeiro celular do mundo que tem uma tela flexível e está à venda nos Estados Unidos, por 1.300 dólares.

Ele pode se transformar em tablet ou em um celular com duas telas, uma de cada lado.

Apesar de a empresa Royole não estar no rol de gigantes da tecnologia, como Samsung, LG e Apple, ela chamou a atenção de jornalistas do mundo todo na conferência realizada antes do início oficial da CES.

Roteador Netgear 5G

 

A Netgear já entrou na onda do 5G e apresentou um roteador que oferece a velocidade da nova rede móvel para diversos dispositivos. Funciona assim: você tem uma única conta mobile de 5G e ele oferece acesso estável, via Wi-Fi, para outros aparelhos, como notebooks, tablets e Smart TVs.

Ele é chamado de Nighthawk e usa o recente modem 5G da Qualcomm, o Snapdragon X50. A Netgear se aliou à operadora AT&T para levar a novidade aos Estados Unidos.

Segway Robotics

Enquanto os carros autônomos não chegam às ruas, a Segway aposta em robôs que fazem entregas por conta própria.

 A ideia inicial é que o Loomo Delivery atue em escritórios e shoppings.

Os carros do futuro

Mercedes-Benz

A CES desse ano foi recheada de produtos para nossas casas e dia a dia e algumas fabricantes de carros decidiram mostrar a sua visão de como serão os automóveis do futuro.

Uma delas foi a Mercedes-Benz. Ela colocou em exposição o F 015 Luxury In Motion, esse modelo é pensado para estar rodando pelas ruas daqui 15 anos.

Quando o carro é ativado, os bancos giram para os passageiros se sentarem. Todo o veículo tem foco no conforto e luxo. Algo como voar de primeira classe. As portas e painéis possuem telas sensíveis ao toque e gestos. Nelas podemos navegar na internet, conferir os instrumentos do carro e claro ver nosso filme favorito no caminho para o trabalho.

Nexus

O Nexus é um veículo de decolagem vertical com propulsão híbrida — ou seja, usa motor a combustão e motores elétricos. Ele é capaz de cobrir até 240 quilômetros, transportando cinco ocupantes e 272 quilos de carga.

A ideia da Bell, conhecida fabricante de helicópteros, é colocar o Nexus em operação na próxima década, tirando proveito de serviços como o UberAIR: o usuário poderá chamar o serviço do táxi voador pelo celular e embarcar em direção ao seu destino.

O Nexus poderá ser conduzido automaticamente, como se fosse um drone, ou então por um piloto.

AEV Robotics MVS

MVS é um veículo modular da startup australiana AES Robotics. O conceito do transporte é oferecer uma base comum que pode ser customizada para atender a diferentes necessidades no ambiente urbano.

Dessa forma, a empresa oferece um "esqueleto" do veículo que, a partir de um módulo específico embutido à estrutura, pode ser transformado em um carro particular, ambulância ou transporte de carga, por exemplo.

Audi Aicon

O Aicon é um veículo elétrico completamente autônomo da Audi, com previsão de lançamento comercial em 2021. O carro possui um design futurista, com teto envidraçado e interior repleto de telas sensíveis ao toque.

O veículo não possui volante, seguindo a premissa de se deslocar sem qualquer necessidade de interação com humanos.

O Aicon tem autonomia estimada entre 700 e 800 quilômetros com uma única carga — margem que o colocaria em vantagema muitos carros a combustão hoje em dia.

Hyundai Mobis Concept

O conceito da Hyundai tem design mais ousado do que o de outras montadoras conhecidas presentes na CES 2019. Além do design mais arrojado, o veículo tem propulsão elétrica e pode funcionar de forma autônoma.

Mas a grande novidade do Mobis está na capacidade de se comunicar com os pedestres via luz: o exterior do automóvel se iluminaria com cores específicas (como verde ou vermelho) para alertar as pessoas sobre riscos do carro.

O exterior do veículo seria como uma espécie de grande tela capaz de exibir, além das cores, sinais como uma faixa de pedestres para indicar que é seguro passar na frente do veículo, ou um sinal de “pare” para ajudar a prevenir acidentes.

Novus

A Novus é uma motocicleta alemã elétrica com capacidade para cobrir até 100 quilômetros numa única carga da bateria. De acordo como a fabricante, o veículo tem um motor elétrico de 14 kW (quilowatts) montado na roda traseira e que é capaz de acelerar a Novus até 100 km/h.

O controle da Novus ocorre a partir de um celular montado no guidão da motocicleta. Um aplicativo do transporte é instalado no dispositivo para oferecer funcionalidades como painel e velocímetro direto na tela do celular.

Ainda em fase de protótipo, a Novus é feita à mão em fibra de carbono e tem preço de US$ 35 mil (R$ 128 mil, em conversão direta).

Harley-Davidson LiveWire

A LiveWire é o primeiro modelo elétrico da Harley-Davidson e conta com bateria para cobrir distância de 180 quilômetros com uma única carga e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos.

A nova Harley pode funcionar em conjunto com um app para celular que permite monitorar uma série de dados técnicos do veículo em tempo real, acompanhar as revisões, ter acesso a localização via GPS e mais.

 A LiveWire deverá ser lançada no mercado europeu e norte-americano ao longo de 2019.

 

Fonte: Redação.

TAGs: