Amstel mostra a hostilidade dos torcedores na Libertadores

28/08/2019


Patrocinadora oficial do campeonato, a marca criou uma ação para evitar que o comportamento agressivo do torcedor seja maior do que a paixão pelo time e pelo futebol.

amstel libertadoresMais tradicional competição entre clubes de futebol do continente, a Libertadores de América é tida como uma disputa em que o espírito de garra sul-americano mostra a sua face.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

Leia também: Amstel reforça o espírito de liberdade da sua cidade natal.

Muitas vezes, no entanto, essa vontade de vencer extrapola o jogo limpo e termina em violência ou hostilidade por parte da torcida e dos jogadores.

O "Torcedor Artificial" nasce da parceria da Amstel com o Google, J. Walter Thompson e MediaMonks. A tecnologia foi testada nesta edição da Libertadores e captou comentários reais publicados em sites e nas redes sociais durantes as partidas da competição.

Utilizando AI, o robô trabalhou os dados recebidos e deu origem a um torcedor virtual agressivo e intolerante, que responde às interações de forma ríspida, deixando de lado o espírito esportivo amigável.

amstel libertadores

Agora, na segunda fase da ação, as pessoas podem acessar um site criado pela marca para que o público interaja na plataforma, observando essas reações e os comentários negativos.

Ao mesmo tempo, a Amstel vai lançar uma campanha que convida os torcedores a reeducarem o robô com palavras mais amistosas e capazes de ajudar a melhorar esse cenário de violência e intolerância.

Para Ricardo John, presidente da JWT, o projeto mostra que a marca não quer apenas patrocinar a Libertadores, mas sim colaborar para melhorar “O campeonato mais cobiçado da América do Sul utilizando recursos de tecnologia para conscientizar os torcedores de que futebol não é sobre ódio. É sobre paixão.”, afirma.

O projeto foi criado após um estudo do Google, que mostra que os brasileiros estão buscando mais sobre violência e futebol. Vale lembrar que, em 2018, a final da Libertadores teve que ser adiada em função da violência sofrida pelo time argentino Boca Juniors, que teve seu ônibus apedrejado por torcedores rivais do River Plate.

Fonte: Redação.

TAGs: amstel google libertadores-da-américa marketing-esportivo