Após o decreto baixado no mês passado pelo rei Salman, da Arábia Saudita, determinando que, a partir de junho de 2018, as mulheres daquele país poderão tirar carteira de motorista, a Ford entrou na discussão do tema com uma imagem impressionante que viralizou no Twitter.

Ford viraliza no Twitter dando boas-vindas às mulheres Sauditas

10/10/2017

Após o decreto baixado no mês passado pelo rei Salman, da Arábia Saudita, determinando que, a partir de junho de 2018, as mulheres daquele país poderão tirar carteira de motorista, a Ford entrou na discussão do tema com uma imagem impressionante que viralizou no Twitter.

A medida era reivindicada há anos por organizações de defesa dos direitos humanos e ativistas locais, que chegaram a ser presas por estarem atrás de um volante. A Arábia Saudita é o único país do mundo que impede as mulheres de dirigir.

A decisão do monarca faz parte dos esforços empreendidos no país para diversificar sua economia e reduzir a dependência do petróleo, e a Ford vê a possibilidade de mudar seu mix de produtos na região, oferecendo modelos menores e mais atraentes para mulheres solteiras que trabalham e estudantes, que poderão ter mais mobilidade no seu dia a dia.

Em entrevista à BBC, a militante Sahar Nassif disse que ficou muito animada com o decreto. “Vou comprar meu carro dos sonhos, um Mustang conversível, e será preto e amarelo!” Depois do depoimento de Sahar, a Ford Oriente Médio respondeu rapidamente e anunciou no Twitter que lhe daria um novo Mustang.

O tweet também foi a primeira revelação ao mercado do modelo 2018. Após o post, Crystal Worthem, diretor de Marketing da Ford África e Oriente Médio, deu entrevistas sobre o assunto para a Dubai Eye Business Breakfast e a Associated Press.

O post tornou-se a publicação de Twitter de maior alcance orgânico da Ford globalmente neste ano (de acordo com a fanpage Karma). A versão em inglês do post da Ford Oriente Médio - #SaudiWomenCanDrive - também alcançou o melhor desempenho do Twitter na região, quando comparado aos das marcas concorrentes, como Nissan, Volkswagen, Chevrolet e Careem. Até agora, foram 15 mil retiuítes, 34 mil likes e alcance potencial de 7 milhões de pessoas nessa rede social.

Uma segunda etapa começou quando a Ford compartilhou a hashtag #MustangSahar, depois que a militante saudita falou de seu carro dos sonhos para a BBC. Desde que a empresa informou que realizaria seu desejo, o post teve alcance de 700 mil pessoas e mais de 500 retuítes de influenciadores sauditas. Além disso, a notícia foi publicada em dez matérias dedicadas e em 35 artigos online, incluindo o Gulf Marketing e o AdWeeK.


Fonte:: Redação