Varejo

Walmart é vacinado contra compras de pânico pelo Covid-19

Por: Redação. 19 de Março de 2020

A disseminação do coronavírus (Covid-19) em todo o mundo tem sido consideravelmente rápida. Para entender essa afirmação, basta mencionar que, de 23 de janeiro a 15 de março, os casos confirmados com esse patógeno passaram de 581 para 153.600.

Diante da emergência de saúde implícita nessa pandemia, países como Espanha e Itália tomaram a decisão de reduzir o contato social ao que é meramente essencial, razão pela qual o isolamento domiciliar foi escolhido. Nesta situação (e com o aumento de pacientes), os compradores começaram a fazer compras de pânico.

Para evitá-los, o Walmart tomou uma série de medidas.Para evitar a escassez de produtos, principalmente aqueles que correspondem às categorias de limpeza e desinfetantes, o Walmart colocou anúncios em seus pontos de venda, nos quais explica aos clientes que eles só podem transportar dois itens desse tipo por família; dessa forma, busca evitar compras de pânico ou acumulação desnecessária desses bens essenciais.

Em países como o Chile, o Walmart, para evitar compras de pânico, o varejista instou os clientes a mostrar solidariedade e a comprar com responsabilidade, a fim de evitar acumular produtos necessários para todas as pessoas diante desta emergência de saúde.

Em uma declaração interna do Walmart do México que foi divulgada, foi comentado que a rede de lojas continuará operando. No ponto de venda, a empresa adotará uma série de medidas importantes, entre as quais a suspensão de estratégias promocionais, como amostragem, além do fato de o serviço de vestiário também ser suspenso, para que os clientes possam entrar no interior da loja com seus pertences.

Outro aspecto importante das medidas que o Walmart adotará é o pessoal de segurança nas entradas dos pontos de venda que medirão a temperatura dos clientes, além da disponibilidade de gel antibacteriano para seu uso.Por último, mas não menos importante, as medidas que serão implementadas entre os colaboradores da empresa: os funcionários receberão uma solução higienizante com a qual poderão limpar seus locais de trabalho a cada duas horas. Além disso, será realizada uma desinfecção constante dos carrinhos.

No momento, o Walmart é o único varejista que comentou as medidas de segurança que tomará em face da emergência do Coronavírus, enquanto cadeias de autoatendimento como Chedraui ou lojas de conveniência, como Oxxo e 7-Eleven, onde o fluxo de pessoas é consideravelmente amplo no México, ainda não se manifestaram.

Tags: ponto-de-venda | walmart | Coronavírus | Covid-19