Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Padaria dos EUA recebe apoio após sofrer ataques homofóbicos

Por: Redação.. 16 de Junho de 2021

Uma padaria no Texas está sendo inundada por encomendas, doações e mensagens de apoio após sofrer ataques homofóbicos

Tudo começou quando a Confections fez uma postagem para celebrar o Mês do Orgulho LGBTQIA+ com imagens de biscoitos em formato de coração e coloridos com as cores do arco-íris. Logo em seguida, a padaria sofreu diversos comentários com discurso de ódio.

Leia também: LGBTQIA+: Pesquisa revela que público ainda sofre preconceito.

No dia seguinte da postagem, a padaria já havia perdido um grande número de seguidores por causa de seus biscoitos, além de ter recebido diversas mensagens agressivas e até cancelamento de pedidos em virtude de seu apoio à causa LGBTQIA+.

Como resposta, a Confections disponibilizou os biscoitos coloridos por apenas US$ 3 e disse esperar que os próximos dias fossem mais alegres. A página da empresa no Facebook, então, se tornou viral e ganhou 2.500 novos seguidores. 

A página ainda recebeu milhares de comentários apoiando seu trabalho e mensagens de pessoas de todo o mundo.

O apoio não ficou só na internet. No dia seguinte, a loja teve uma enorme fila de clientes em sua porta, e vendeu todos os seus produtos ainda ao meio-dia. 

No dia seguinte, as prateleiras foram esvaziadas rapidamente também. Ao esgotar os produtos da loja, os clientes ainda começaram a doar dinheiro para apoiar o estabelecimento.

“Nós ficamos impressionados com as doces palavras de apoio enviadas por vocês.”, disse a empresa em uma postagem. “Há tanto apoio que vai demorar um pouco para que possamos responder todos. Lágrimas de alegria correram por meu rosto enquanto eu os lia.”, completou. 

Como noticiou o NPR, as mensagens vieram de vários Estados americanos, mas também de outros países, como Reino Unido, Canadá e Brasil (que possui uma das maiores comunidades LGTBQIA+ do mundo).

 

Foto: Reprodução.

Tags: eua | varejo | homofobia | mes-do-orgulho-lgbtqia