Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Lojas Americanas e B2W unem operações

Por: Redação.. 3 de Maio de 2021

A Lojas Americanas S.A. e a B2W anunciaram na quarta-feira, 28, a realização de um acordo que combina suas operações para dar origem à americanas s.a., uma nova empresa 100% integrada, com físico, digital, logística e fintech em uma única plataforma. 

Nessa integração das operações elas irão unir suas forças e expertises para oferecer um serviço mais ágil, com menos pontos de fricção e uma melhor capacidade de engajamento. 

As últimas novidades do varejo. Confira aqui

Leia também: Americanas doa 60 toneladas de alimentos para a Ação da Cidadania.

Visam construir uma companhia mais poderosa e valiosa, em um novo ecossistema integrado com base em cinco pilares: efeito de rede, tecnologia proprietária, economia de escala, marca reconhecida, e uma plataforma de M&A ainda mais forte.

Segundo as marcas, esta é uma oportunidade de acelerar a evolução de seus negócios e iniciar uma nova jornada de criação de valor, com o cliente no centro da estratégia e em uma agenda de ESG, tudo isso traduzido dentro do propósito “Somar o que o mundo tem de bom para melhorar a vida das pessoas”. 

Com essa união, a americanas s.a. já nasce com um time de 34 mil funcionários, mais de 90 milhões de clientes cadastrados, 1.707 lojas de cinco diferentes formatos em 765 cidades, uma plataforma digital, uma fintech com mais de 19 milhões de downloads e aceitação em três milhões de estabelecimentos, uma plataforma de logística e fulfillment com capilaridade nacional. 

A proposta encaminhada pelos conselhos de administração das duas empresas será votada nas assembleias gerais extraordinárias no dia 10 de maio e se dará em duas etapas. 

A primeira acontece em aproximadamente 40 dias e é onde ocorre a combinação e integração dos negócios, com os ativos operacionais de Lojas Americanas sendo incorporados pela B2W (BTOW3), criando a americanas s.a., que será listada no novo mercado da B3. 

A Lojas Americanas (Lame3 e Lame4) seguirá listada no Nível 1, de forma transitória, como um “veículo de investimento” com participação na americanas s.a.

Já na segunda etapa tem uma estimativa de menos de 1 ano de duração e é quando a Lojas Americanas S.A. criará um veículo no exterior para listagem nos Estados Unidos, a americanas inc., com o objetivo de elevar a companhia para um nível global e promover um alinhamento estratégico de longo prazo com os acionistas. 

 

Foto: Reprodução.

Tags: fintech | B2W | lajas-americanas