Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Preço ‘à la carte’ é o futuro para os hotéis pelo mundo

Por: Redação com informações do Yahoo!.. 15 de Setembro de 2021

Hotéis querem mudar forma de cobrar diárias dos clientes. Sistema ‘à la carte’ pode diminuir valor do custo de viagens. NY deverá ser a primeira cidade a receber o novo sistema.

Em troca de tarifas mais baixas, uma marca de hotel cobra por outras vantagens - como check-in antecipado ou acesso à piscina - que os hóspedes pagam apenas se quiserem.

“Acessar um menu à la carte permite que as pessoas personalizem sua experiência e obtenham exatamente o produto que desejam, quando desejam.”, disse o presidente e CEO da MCR Hotels, Tyler Morse, em entrevista ao ‘Yahoo Finance Live’. “Os consumidores sempre têm uma escolha no assunto.”, completa o executivo.

O modelo está sendo testado em vários hotéis, disse Morse, e o feedback tem sido positivo até agora. A nova estratégia de preços não é diferente de como as companhias aéreas começaram a cobrar pela bagagem, observando que demorou algum tempo para os passageiros aceitarem as taxas acessórias.

"Isso permite que as empresas, no nosso caso - hotéis, cobrem tarifas mais baixas, o que todos apreciam.", afirmou ele. "Porque as pessoas não querem pagar por serviços que não estão recebendo."

Por exemplo, ele disse que os viajantes podem pagar entre US$ 15 a US$ 20 pelo check-in antecipado ou checkout tardio. Além disso, embora o acesso à piscina possa ser gratuito pela manhã no hotel, os hóspedes podem ser cobrados a US$ 25 para acessá-la durante os horários de pico.

“Não é tão diferente de cobrar e pagar por Wi-Fi”, disse ele. "Se você quer acesso a um Wi-Fi super-rápido, você paga um pouco mais por isso. Se você quer um barco lento em termos de Wi-Fi, isso pode ser gratuito ou por um preço mais baixo.", comenta Morse.

Tudo remonta à personalização do cliente, enfatizou Morse. Com a ajuda de um sistema de software para toda a empresa, o hotel reduziu suas ofertas em microincrementos de valores modestos que dão aos hóspedes a opção de otimizar e dimensionar seus gastos para melhor se alinhar às suas necessidades.

Quanto aonde os lançamentos se estenderão a seguir, Morse disse que provavelmente será visto em cidades maiores, que normalmente veem mais viajantes a negócios que podem não ter uso da piscina do hotel ou do bufê de café da manhã, embora o privilégio de ambos esteja incluído no período noturno.

 

Foto: Bernard Gillet/Belga Mag/AFP via Getty Images.

Tags: turismo | hoteis