Canal
Regional

Tem início a quinta edição do Festival Pequeno Cineasta

Por: Assessoria. 3 de Setembro de 2015

A quinta edição do “Festival Internacional Pequeno Cineasta” (FIPC) teve início ontem (2/9), e segue até 6 de setembro, e irá exibir cerca de 60 curtas, selecionados entre 250 inscritos, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro, com entrada franca.

O objetivo é promover o debate sobre o universo infantil, discutindo os conceitos educacionais atuais e os valores dentro da diversidade cultural, por meio de um panorama da produção audiovisual realizada por crianças e jovens do Brasil e do Exterior, entre oito e 17 anos de idade.

Foto: Divulgação.

Criado em 2010, pela atriz e produtora Daniela Gracindo, além de mostra competitiva o FIPC vai contar com workshop de cinema gratuito, exposição de fotos e exibição de filmes na Arena Dicró, na Penha; mesa-redonda com a participação de pequenos cineastas do Rio e da Suécia; além de três mostras não competitivas: “Sustente sua Historia”, com curtas voltados para o meio ambiente; “Pequeno Cineasta”, com filmes criados pelos alunos da oficina homônima; e outra internacional com filmes escandinavos. Toda a programação é gratuita.
 
Em suas quatro edições o festival exibiu em torno de 300 filmes, de aproximadamente 30 países, atingindo um público direto de três mil pessoas. Nessa quinta edição, serão exibidos no total de 60 curtas, sendo 25 deles internacionais de 14 países: Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Chile, China, Espanha, Grécia, Inglaterra, Iran, Itália, Suécia, Ucrânia e Venezuela.

Já os brasileiros vieram de 12 diferentes Estados: Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Natal, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A abertura oficial aconteceu dia 2, no CCBB do Rio, sob o comando dos mestres de cerimônia, o ator, Caio Blat, e a Pequena Cineasta, Nicole Derin.
 
A mostra competitiva acontece de 3 a 6 de setembro, quando serão exibidos 37 filmes. Ao final de cada sessão o público (apenas crianças de oito a 17 anos) pode votar em seu preferido nas competitivas nacional e internacional, em duas categorias: de oito a 12 anos e de 13 a 17 anos.

Os filmes também são analisados por um júri formado por dez crianças e jovens cineastas, com perfis representativos de diferentes regiões do estado do Rio, em conjunto com a coordenadora pedagógica do Festival e um representante do mercado audiovisual. Os vencedores levam pra casa o troféu “Pequeno Cineasta”, além de câmeras digitais da marca Nikon, de diversos modelos (Melhor filme pelo Júri Oficial – Câmera Digital Nikon D3200; Melhor filme pelo Júri Popular – Câmera Digital Nikon Coolpix P530).
 
A programação conta ainda com uma mostra de filmes escandinava com curadoria do sueco Kristoffer Hagelber, coordenador internacional do festival, que vem ao Brasil a convite da diretora, Daniela Gracindo. A mostra será promovida em sessão única, dia 5 de setembro no CCBB.

Outro convidado internacional é a atriz e pedagoga espanhola Ana Hernandés Sanchiz, da escola "Lá Bici de E.T", que vem promover um workshop gratuito, no Instituto Cervantes de Botafogo, para educadores, líderes comunitários e interessados no assunto sobre como utilizar a linguagem cinematográfica dentro das escolas.

Ainda fora da competição, o festival irá exibir uma seleção de curtas realizados pelos alunos da oficina “Pequeno Cineasta”, criada em 2009 por Daniela para crianças e jovens. Desde que foi criada, a escola de cinema já formou 24 turmas e realizou 40 filmes. Outra iniciativa do festival é a mostra “Sustente sua História”, que traz 8 curtas que tratam da temática ambiental, promovida também no dia 5, no Museu do Meio Ambiente, do Jardim Botânico.
 

O encerramento do festival, dia 6, no CCBB, contará com uma homenagem ao projeto SOM+EU, desenvolvido pela Associação Cultural Amigos da Providência, com direção geral e artística de Moana Viterbo Martins. Além do prêmio, os filmes vencedores ganham vaga na programação do “Programa Pequeno Cineasta” exibido pelo Canal Brasil.

O programa, apresentado por Daniela Gracindo, traz os filmes nacionais e internacionais que se destacaram no FIPC com uma “mesa redondinha” formada por pequenos cineastas que analisam os filmes exibidos e debatem sobre a sétima arte, a partir de suas próprias produções.

Tags: