Canal
Regional

Suvinil revitaliza viaduto em Alagoas

Por: Assessoria Suvinil. 18 de Novembro de 2015

Quem passar pelo Viaduto Antônio Lins de Souza, em Rio Largo, na Região Metropolitana de Maceió, vai conferir a história da cidade retratada em pintura.

A Suvinil, marca de tintas imobiliárias da Basf em parceria com a loja de tintas Casas Jardim apoiou a iniciativa da Prefeitura, e revitalizou o local em comemoração ao centenário da cidade.

Fotos: Divulgação.

A ação tem também a curadoria do projeto Alagoas Presente. A obra, que começou em agosto, e finalizada em outubro, recebeu mais de 20 cores da Suvinil, totalizando 4.590 litros de tinta.

Localizada a 27 km da Capital estadual, Rio Largo é a segunda cidade mais populosa da Região Metropolitana de Maceió, e a terceira maior do Estado, com aproximadamente 75.267 habitantes, segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em toda a sua história, Rio Largo, que se originou no local onde o rio Mundaú apresentava maior largura, já recebeu engenho de açúcar, indústrias têxteis e uma das maiores e mais antigas usinas de açúcar e álcool da região. Atualmente, Rio Largo é a porta de entrada do turista para Maceió.

“Faz parte da cultura da Suvinil apoiar projetos que tragam valor à população e às cidades nas quais a marca atua. Por meio da utilização das cores, a Suvinil tem o objetivo de valorizar e reafirmar a importância cultural do local e proporcionar beleza para importantes áreas do País.”, diz Carla Camargo, diretora de Marketing da Suvinil.

A participação da Suvinil em projetos de revitalização do patrimônio histórico começou em 1988 quando a empresa assumiu a pintura do Estádio do Pacaembu, na Capital paulista, a pedido do então prefeito Jânio Quadros. Além de fornecer os 15 mil litros de tinta, a empresa desenvolveu um estudo de cores para o local, facilitando a movimentação interna do público.

Desde então, a Suvinil vem participando de vários projetos, entre eles a restauração da Fundação Pão de Pobres, em Porto Alegre, Plano de Revitalização do Parque Nacional dos Guararapes, na Grande Recife, e Pátio do Colégio e torres vermelhas do Masp, em São Paulo. Entre os projetos mais recentes está a pintura do estádio do Maracanã, onde foram utilizados 100 mil litros de tinta na pintura de algumas de suas áreas.

A reforma, projetada pela Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro, durou cerca de cinco meses, e, além da Suvinil, a marca de tintas para o segmento econômico da Basf, a Glasurit, também foi utilizada na fase de acabamento da arena.

Tags: