Canal
Regional

Sadia patrocina projeto inovador de exercícios para cadeirantes no Rio de Janeiro

Por: Redação 21 de Maio de 2016

Em uma ação inédita, a Sadia e a Prefeitura do Rio de Janeiro inauguram dez novas estações de ginástica e alongamento para a prática de atividades físicas por cadeirantes. Até agora, os já conhecidos mobiliários urbanos da capital fluminense não contavam com um espaço específico para este perfil de público. Projetadas pela Mude - Mobiliários Urbanos Desportivos -, as estações ocupam diversos pontos da cidade, como ao redor do estádio do Maracanã, nos bairros do Leblon, Madureira, Tijuca, Deodoro, entre outros. “Sugerimos à Prefeitura o patrocínio e a instalação desses mobiliários urbanos que beneficiassem os cadeirantes. E, imediatamente, recebemos total apoio para darmos andamento às Estações Sadia, que deixarão um legado para todos os moradores da capital fluminense”, afirma Liz Nery, Gerente de Consumer Connection da Sadia. A marca – apoiadora dos Jogos Olímpicos e Paralimpícos 2016 –, pretende estar cada vez mais próxima dos consumidores ao incentivar os atletas do cotidiano e não apenas os de alta performance.

Um dos principais focos dessa iniciativa é proporcionar maior integração entre todos aqueles que nutrem paixão pelos exercícios, independentemente de sua condição física. Em um total de 27 m2, haverá um espaço especificamente adaptado para os cadeirantes permitindo que se exercitem na paralela, barra e bicicleta de mão para fortalecer os músculos do peitoral e superiores. Para reforçar ainda mais a credibilidade das Estações, a empresa responsável pelo projeto contou com a experiência do surfista cadeirante, Andrezinho Carioca, e da treinadora brasileira de ginástica artística, Georgette Vidor, que participaram ativamente indicando pontos de melhorias que tornariam o espaço completamente efetivo.

Toda a iniciativa busca estimular as pessoas a adotarem hábitos de vida saudáveis e ampliar as suas conexões interpessoais. “Acreditamos que um dos pontos fundamentais da Estação Sadia é o incentivo ao uso do espaço público, evitando assim que seja apenas um local de passagem. Queremos promover um impacto positivo na sociedade ao estimular o convívio de forma prática, prazerosa e associada à uma atividade capaz de trazer inúmeros benefícios”, reitera a gerente de marketing da Sadia.

O ambiente também poderá ser usado por todos os frequentadores, pois foi ampliado para possibilitar o deslocamento da cadeira de rodas e a colocação da fita elástica TRX -  um equipamento que permite realizar treinos mais complexos com o auxílio do peso do próprio corpo. No local, um painel de instruções auxiliará na utilização correta dos equipamentos. “O projeto tomou cuidado, inclusive, com a seleção da matéria-prima utilizada. Foi usado um piso, por exemplo, que não retém muito calor e materiais inoxidáveis por conta da maresia. A expertise da Mude para o desenvolvimento das Estações foi fundamental, pois fomos os responsáveis por lançar as estações de ginástica e alongamento da orla do Rio de Janeiro”, afirma o engenheiro Marcus Moraes, que contou com o apoio do designer industrial Bernardo Perico para desenvolver o protótipo.

Estações Sadia: Com 9 metros de comprimento – ao invés dos 4,5 metros dos projetos já existentes -, as Estações Sadia foram desenhadas para manter os mesmos tipos de exercícios de baixa complexidade e fácil compreensão, que já fazem parte das estações não adaptadas. “Ampliamos a plataforma seguindo as normas Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) 9050, que foca em critérios e parâmetros técnicos a serem observados quando é necessário o desenvolvimento de equipamentos urbanos às condições de acessibilidade”, explica Moraes. Para tanto, algumas adaptações importantes foram necessárias, como:

·        - piso com distância menor entre as réguas para evitar que as rodas das cadeiras tenham dificuldade de rolagem;

·        - barra e paralelas mais baixas e mais largas, permitindo assim que a cadeira acesse o local para os exercícios;

·        - inclusão da rampa de acesso à plataforma com guarda-corpo de apoio;

·        - inserção de faixas de apoio nas barras para segurança dos cadeirantes, evitando que escorreguem;

·        - instalação de guarda-corpo ao redor da plataforma para evitar que as cadeiras saiam do local de maneira involuntária;

·        - ampliação da largura da plataforma permitindo a circulação de até 3 cadeirantes, simultaneamente, entre os diversos locais de uso;

·        - novo quadro de orientação focado nos exercícios disponíveis para cadeirantes.

Estações Sadia – Endereços

1-    Estação Barra: Endereço - Praça São Perpétuo (conhecida como Praça do Ó) – altura do Posto 3 da Praia da Barra

2-    Estação Barra Olímpica: Endereço - Av. Embaixador Abelardo Bueno, esquina com a Av. Imperatriz Leopoldina

3-    Estação Deodoro: Endereço - Avenida Duque de Caxias – altura do número 1965

4-    Estação Leblon: Endereço - Praça Antero de Quental – próxima à Av. General San Martin

5-    Estação Parque Madureira: Endereço - Rua Parque Madureira

6-    Estação Nilton Santos (Engenhão)*: Endereço - Estádio Nilton Santos (Engenhão) – próxima à Rua Arquias Cordeiro (entrada Ala Sul)

7-    Estação Maracanã 1: Endereço - Av. Maracanã, altura da Rua Mata Machado – próxima ao Parque Aquático Júlio Delamare

8-    Estação Maracanã 2: Endereço - Rua Professor Eurico Rabello, esquina com Av. Professor Manuel de Abreu

9-    Estação Aterro do Flamengo 1: Endereço - Av. Infante Dom Henrique – próxima ao Espaço Cultural do Monumento Estácio de Sá

10- Estação Aterro do Flamengo 2: Endereço - Av. Infante Dom Henrique

Tags: Serviços | Sudeste (Brasil)