Canal
Regional

Roraima desperta interesse de operadores na World Travel Market Latin America

Por: Redação 10 de Abril de 2016

Roraima atraiu interesses de operadores de turismo nacionais e internacionais durante a World Travel Market Latin America (WTM LA), que ocorreu de 29 a 31 de março, na Expo Center Norte, em São Paulo.

Com mostra de roteiros turísticos como os Caminhos de Macunaima, Serra do Tepequém, observação dos cavalos selvagens nos Lavrados do Maruai, e Boa Vista, com seus atrativos urbanos e também como espaço apropriado ao turismo de aventura, além do Arraial Macuxi. 

Realizada de forma simultânea com o 45º Encontro Comercial da Associação Brasileira de Operadores de Turismo Internacional (Braztoa), a WTM reuniu operadores de turismo e expositores, com o objetivo de promover a América Latina para o mundo. Foi a primeira vez que Roraima participou do evento.

O diretor estadual de turismo, Ricardo Peixoto, explicou que com o apoio do Ministério do Turismo, o Detur (Departamento de Turismo), que funciona na Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento) conseguiu a locação do estande numa posição privilegiada em frente aos chamados Hosted Buyers, que são os compradores internacionais. 

“Fomos visitados por operadores de países como Canadá, Dinamarca e Espanha. Foi uma feira muito interessante e afirmo, sem sombra de dúvidas, que nos sobressaímos entre os Estados da Região Norte. Isso foi dito pela equipe do Ministério do Turismo”, frisou.

Peixoto aponta como resultados positivos da participação do Estado na WTM Latin America, entre outros, o recebimento, nos últimos três dias, de mais de mil e-mails, buscando informações sobre Roraima. Oito destes com solicitação de visitas, enviados por jornalistas e operadores internacionais, pedido de uma rede de televisão para produzir material jornalístico sobre o roteiro Caminhos de Macunaima, antes mesmo do lançamento oficial, e as discussões sobre a possibilidade de transformar o Arraial Macuxi num produto turístico.

“O Arraial Macuxi foi o carro-chefe nos entendimentos com o Ministério do Turismo. Por meio de nosso trabalho, com a participação da secretária de Cultura, Selma Mulinari, criamos parâmetros para que o Governo Federal estabeleça critérios para ajudar os Estados na realização das suas festas juninas.

 O Ministério elaborou cartilhas e vai criar um roteiro com requisitos a serem analisados na hora da liberação de auxílio financeiro para realização dessas festas populares, a fim de que os governos estaduais recebam incentivos da União e esses eventos sejam transformados em produtos turísticos”, explicou o diretor. Ele acrescentou ainda que há interesse de tornar a Expoferr (Exposição Feira Agropecuária de Roraima) num evento de turismo de negócios.

PARCERIAS INTERNACIONAIS – A participação na WTM Latin America Também rendeu para Roraima parceria com operadores espanhóis, objetivando solucionar problemas relacionados ao atendimento de turistas em hotéis e restaurantes locais. “Temos dois gargalos na parte de hotelaria e na parte de restaurantes, são as necessidades de bem atender e bem servir. Por reconhecerem Roraima como um destino espetacular, os operadores espanhóis, que disseram conhecer essas falhas na rede de recepção do Estado, se prontificaram a nos ajudar e firmamos parceria”, disse Ricardo.

Dentre as situações analisadas pelos espanhóis, estão o atendimento por recepcionista de hotéis, que não têm conhecimento das línguas inglesa e espanhola, e, nos restaurantes, a falta de cardápios também com informações em outros idiomas. Conforme o diretor, os operadores do país europeu deixaram disponível um aplicativo para celular que deve resolver os problemas referentes às informações contidas nos menus.

“A ferramenta possibilita que os restaurantes tenham suas tabelas e cardápios digitalizados num aplicativo de celular. Ele já existe e receberá apenas as adesões dos restaurantes interessados. Por meio desse mecanismo, as informações sobre o cardápio, que estão em português, no nosso caso, quando forem acessadas por um cliente vindo da China, pode traduzi-las imediatamente para o seu próprio idioma. E quando o prato for pedido, o garçom recebe as informações em português”, explicou.

Ainda de acordo com Peixoto, o Detur já tem um plano de trabalho e começará a fazer ajustes internos para, nos próximos dias, convidar os donos de hotéis e de restaurantes, com o propósito de discutir a utilização dessa ferramenta, para melhorar o atendimento aos turistas. Segundo ele, a qualificação será feita sem ônus para os empreendedores das redes de hotelaria e de restaurantes.

Tags: Viagem de Incentivo | Norte (Brasil) | Espaço Físico | Feiras de Negócios