Canal
Regional

Museu do Amanhã abre as portas ao público

Por: PMRJ. 21 de Dezembro de 2015

Foi aberto ao público no dia 19 de dezembro, o Museu do Amanhã. A entrega do novo espaço de cultura aos cariocas e turistas foi feita em meio a uma grande festa, com 36 horas de duração – o “Viradão do Amanhã”.

A programação da festa foi gratuita, assim como a entrada no Museu neste primeiro fim de semana de funcionamento.

Fotos: Livia Torres.

Os principais destaques do “Viradão” ficaram por conta de Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira, que formam o Bossa Negra e tocaram no sábado, às 20h, e a Orquestra Sinfônica Brasileira, que encerrou a festa, às 20h de domingo.

Em meio a um calorão já típico de verão, que começa oficialmente hoje (21/12), a gratuidade, exclusiva para o fim de semana da inauguração, fez com que uma fila fosse formada logo na entrada. As portas do Museu ficaram abertas das 10h do sábado até às 18h de domingo (20).

O secretário de Cultura do Rio, Marcelo Calero, disse que o final de semana foi agitado e convidou as pessoas para aproveitarem o Museu em horários não usuais.

“A programação foi robusta aqui na Praça Mauá. É uma área que era degradada e teve um processo de renovação completo. Não é uma coisa que chegou desrespeitando o que já havia na cidade. É uma discussão muito atual e presente o que o Museu está falando, uma temática de sustentabilidade. Para onde vamos, o que somos.”, disse.

O Museu do Amanhã, iniciativa da Prefeitura do Rio e da Fundação Roberto Marinho, instituição ligada ao Grupo Globo, em parceria com o Banco Santander, levou quatro anos para ficar pronto.

Com projeto ousado do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, ele é dividido em cinco espaços e convida os visitantes a refletirem sobre o passado, o presente e o futuro. É um Museu para olhar, sentir e pensar.

O Museu funcionará de terça a domingo, das 10h às 18h, com última entrada para as exposições às 17h. Às segundas, o Museu e suas dependências ficarão fechados. A entrada custa R$ 10,00.

Menores de 21 anos de idade, estudantes de escolas e universidades particulares, pessoas com deficiência, servidores públicos do município, moradores da cidade e clientes Santander pagam R$ 5,00.

Já alunos e professores da rede pública, crianças menores de cinco anos de idade, pessoas com mais de 60 anos, funcionários de museus ou associados do Icom, guias de turismo e moradores do entorno do Museu têm entrada gratuita.

Tags: