Canal
Regional

Mercantil do Brasil realiza cadastramento de doadores de medula óssea

Por: Redação 6 de Agosto de 2017

O transplante de medula óssea pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias. De acordo com os dados do REDOME (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea), no Brasil, há mais 3,7 milhões de doadores inscritos.

Isso significa que a chance de se identificar um doador compatível entre os cadastrados, no país, na fase preliminar da busca é de até 88% e, ao final do processo, 64% dos pacientes têm um doador compatível confirmado. Ou seja, quanto maior o número de pessoas cadastradas, maior a chance de encontrar um doador entre não familiares.

Como parte do MB Doação de Sangue, o Mercantil do Brasil realiza, no dia 8 de agosto, terça-feira, o cadastramento de doadores de medula óssea na sede da instituição financeira, em Belo Horizonte. O cadastramento contará com a parceria da Fundação Hemominas, instituição responsável pelo processo em Minas Gerais.

A ação reforça a importância do cadastramento de doadores de medula óssea que, segundo dados do REDOME, vem crescendo expressivamente, graças às campanhas e mobilizações sobre o assunto.

O Brasil está em terceiro lugar em número de inscritos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e Alemanha. Segundo a gerente de Marketing Corporativo e Relacionamento do Mercantil do Brasil, Stephania Guimarães, programas institucionais, como o MB Doação de Sangue, são importantes para sensibilização e formação da cultura de doação de sangue e medula óssea no país.

 

Tags: Sudeste (Brasil) | Sustentabilidade | Responsabilidade Social | Evento Convenção | Profissional de Mídia