Canal
Regional

Estação Goiânia recebe o segundo Brazil Battle Pro

Por: Assessoria Shopping Estação Goiânia. 22 de Dezembro de 2015

Nos dias 16 e 17 de janeiro de 2016, o Shopping Estação Goiânia será palco da maior competição artística do País: a segunda edição do Festival Internacional de Dança de Rua, conhecida como Brazil Battle Pro, que deverá reunir cerca de 4,5 mil pessoas.

Até lá, para entrar no ritmo do evento, o centro de compras realiza, em todos os sábados, apresentações de dança, sempre às 12h, próximo à praça de alimentação.

Fotos: Divulgação.

Durante a competição, dois grupos por vez se enfrentam nas chamadas “batalhas”. Na série 8x8, as equipes são formadas por oito membros e apresentam uma coreografia diferente a cada confronto.

Existem também as modalidades individuais chamadas Baby Battle, para crianças entre cinco e 12 anos de idade, e a modalidade adulta, para maiores de 12 anos de idade, denominada 1x1 Undisputed.

Os vencedores de cada categoria terão a oportunidade de competir com os melhores de cada região do mundo no dia 5 de março em Marselha.

Participarão do evento em Goiânia cerca de 256 artistas, que trarão performances dos mais diversos estilos de street dance, que variam entre popping, mais robotizado; locking, mais tradicional; e break, que é utilizado pelos B-Boys e B-Girls, que usam gestos bruscos e, por vezes, acrobáticos na dança.

Os vencedores da etapa de Goiânia irão representar o Brasil na grande final do torneio internacional Chelles Battle Pro, que será realizado em março, na cidade de Marselha, na França. Serão 32 equipes de países latino-americanos que disputarão a vaga na final europeia.

Além das batalhas de dança, o evento terá show do grupo goiano de rap Boca Seca; batalhas de rimas freestyle, organizadas pelo projeto Rimanação;  mega pista de skate, exposição de obras de grafite e workshops de break dance para quem quiser conhecer melhor o estilo.

Virão especialmente para o evento os jurados franceses Lamine (Vagabonds Crew); Fati (Infamous) e Lilou, bicampeão mundial de break dance; além do brasileiro Jerry X, do grupo goiano Igare Crew.

Caráter Social

O produtor local do Brazil Battle Pro, Warley Mendes, mais conhecido como Tom Locker, comenta que o evento é mais do que uma competição, é uma oportunidade para os jovens se realizarem na sua forma de se expressar e se manterem longe das tentações tão comuns das ruas, como as drogas e os crimes.

Ele também está à frente do Centro de Referência da Juventude, que oferece às crianças e jovens aulas de dança e grafite. “O evento também tem um caráter social e educativo, procurando mostrar o caminho das artes e da cultura para os jovens.”, explica Mendes.

Mais do que uma competição, o evento é uma oportunidade para os grupos serem reconhecidos e trocarem ideias sobre o seu trabalho, já que, para muitos, a dança deixou de ser apenas um hobby para se tornar um estilo de vida.

Depois de descobrir na dança uma alternativa para as drogas ou a violência, vários jovens passam a se dedicar profissionalmente ao estilo, vivendo diariamente a cultura das ruas nas músicas de hip hop, na arte do grafitee nos movimentos da dança.

Tags: