Canal
Regional

Empresa goiana é escolhida para produzir protetor solar oficial das Olimpíadas Rio 2016

Por: Redação 9 de Maio de 2016

A Nutriex, empresa com 14 anos no mercado cosmético, foi escolhida pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 para produzir a linha oficial de protetores solares e de repelentes. A indústria foi selecionada em concorrência com grandes e mundialmente reconhecidas companhias do setor.

A linha de proteção Solar Gold, amplamente presente no mercado, é a marca responsável pela tecnologia da linha Rio 2016. Contém protetores solares com FPS 30 e 60 e com repelente, linha kids e repelente de insetos, à venda nas lojas oficiais Rio 2016 e principais farmácias e supermercados do Brasil. “No ano passado identificamos a oportunidade de sermos fornecedores oficiais, entramos na concorrência e saímos vencedores por conta da qualidade do nosso produto”, afirma o gerente de trade e marketing da Nutriex, Stenio Moura.

Para o CEO da Nutriex, Leonardo Rezende, essa é uma forma excepcional de a empresa poder participar do maior evento esportivo do Planeta. “É uma honra podermos participar das Olimpíadas e, de alguma forma, poder incentivar o esporte no nosso País”, comenta.

Mobilização

Para celebrar essa parceria, a empresa vai comemorar a passagem da Tocha Olímpica por Goiânia com mobilização nesta quinta-feira (5). Durante todo o dia os 220 funcionários da Nutriex estarão vestindo a camiseta oficial dos Jogos Olímpicos, para entrar no clima da competição. Além disso, um caminhão oficial da empresa está percorrendo todas as cidades pelas quais a tocha passar, a fim de divulgar a linha Rio 2016.

A Nutriex atua há mais de 14 anos na fabricação de produtos para saúde e cosmecêuticos, além de importação e exportação de produtos de alta tecnologia. A empresa participa dos maiores eventos e feiras internacionais, se mantendo atualizada em tecnologias e lançamentos de produtos de beleza, dermocosméticos, nutracêuticos, farmacêuticos e biotecnológicos, entre outros.

Tags: Centro Oeste (Brasil) | Jogos Olímpicos