Canal
Regional

Crianças do Amazonas vão expor no Museu Louvre

Por: Jornal A Crítica 25 de Abril de 2017

Os pequenos discípulos da artista plástica amazonense Luciana Severo - que há quatro anos expõe suas obras de arte em Paris – já estão se preparando para embarcar junto com ela rumo a Cidade Luz para expor suas telas na mostra “Les Enfants a Colorier Paris”, que vai acontecer no Carrousel Du Louvre, instalado no Museu do Louvre, na capital francesa.

Para a mostra, foram selecionadas crianças de todo o Brasil, sendo 34 manauaras. As demais se distribuem entre as cidades de São Paulo, Brasília, Teresina, Porto Alegre, Uruguaiana, Cuiabá e Rio de Janeiro.

Luciana atualmente mora em Teresina (PI), mas mantém o Atelier Luciana Severo Kids, espaço de artes criado em Manaus há três anos, época em que ela morava na cidade. Todas as 55 crianças brasileiras que vão expor no Louvre são alunas ou ex-alunas do espaço.

A artista e professora dos pequenos esteve neste mês de abril na capital amazonense para supervisionar de perto as obras que serão expostas em Paris nos dias 20, 21 e 22 de outubro deste ano. As crianças brasileiras serão as primeiras a exporem neste salão específico de artes, de categoria profissional.

Segundo Luciana, as crianças amazonenses vão levar obras com temática regional. Elas pintaram símbolos da Floresta Amazônica, arara, tucano, do Encontro das Águas, e muitas figuras indígenas. “Uma das artistas pintou uma índia com cocar original.

Outra fez uma versão da Monalisa índia, chamada ‘Monaíndia’. Temos a Apaboru de Tarsila do Amaral na versão indígena... está um misto de coisas. Vamos levar a floresta para Paris e vai ser um sucesso”, celebra ela.

Durante a exposição, será lançado o livro “Les Enfants A Colorier Paris”, uma compilação de todas as obras expostas pelas crianças no evento. O livro está sendo organizado por uma das maiores curadoras de artes da Europa, Heloiza Azevedo – também curadora pessoal de Luciana.

“Ela se prontificou a organizar esse livro para nós”, diz ela. Após lançado, o livro será trazido ao Brasil para ser posto à venda. “Uma parte dele falará sobre as crianças e o projeto no Brasil”, coloca Severo.

O lugar das crianças na exposição foi cativado pelo constante diálogo de Luciana que, ao expor suas próprias obras de arte no Louvre – inspiradas no estilo Pop Art – conversava com a organização do salão sobre o potencial dos pequenos.

“A cada ano, eu vinha falando com a organização que eu tenho esse projeto específico com as crianças no Brasil, e que eu tinha esse sonho de levá-los para expor lá. A gente negociou e esse dia chegou”, pontua ela.

No retorno de Luciana e sua pequena turma a Manaus, eles farão uma mostra de artes em na capital, em Teresina e em São Paulo com as obras expostas no Louvre, a serem  postas à venda no Brasil.

Ainda sem data definida, a mostra vai ter parte do dinheiro arrecadado com as vendas doado para o projeto “Rompendo Mais Fronteiras”, capitaneado por esposas de militares que ajudam crianças ribeirinhas. No mais, Luciana espera que o público estrangeiro goste da arte dos brasileirinhos. “Agora é só fechar as malas e partir”.

Tags: Espaço Físico | Cultura | Europa