Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Será que o Méqui foi tão assertivo quanto parece?

Por: Camile Kogus. 27 de Março de 2021

A festa do Méqui no BBB21 deu o que falar nas redes sociais. A cenografia fez muita gente lembrar do sonho de ter uma festa igual.

Para a marca, o evento com os participantes da casa mais vigiada do Brasil, custou alguns milhões. Mas será que essa ação foi tão assertiva quanto parece?

O melhor do marketing social está aqui.       

Leia também: Grandes marcas apoiam. E daí?

A festa rendeu muito nas redes sociais? Sim, mas é preciso levar em conta que qualquer coisa relacionada a BBB vai ganhar destaque na web.

Durante a festa, a marca ficou entre o top dez dos assuntos mais comentados do Twitter. Além disso, houve um aumento nas buscas pelos termos McDonald's e Méqui Box.

Outro número, aparentemente impressionante, foi o aumento no número de acessos no app da marca.

Tudo isso faz parecer que a ação de marketing foi realmente excelente. No entanto, se olharmos por outras perspectivas, percebemos que mais uma vez a rede de fast-food investiu muito dinheiro em algo que não é o foco do momento.   

Cadê o foco no consumidor final?

Começando pelo fato da marca não ter focado realmente no consumidor final, uma festa dessa magnitude é, com certeza, muito bonita, mas em nada que beneficiou os consumidores.

O McDonald's até anunciou a venda de peças dos figurinos usadas durante o evento, mas, se formos analisar, isso se tornou apenas mais um produto do catálogo da rede.

Em nenhum momento a marca pensou em presentear quem realmente garante o sucesso dela, o consumidor.

Me desculpe, as peças são realmente legais e descoladas, mas como consumidora acho que seria mais interessante que elas fossem dadas como brindes, ou, que parte das vendas fosse revertida para alguma ação social.

É claro que nas redes sociais a campanha bombou, fazendo parecer que a marca estava fazendo algo inovador e exclusivo. Mas no final das contas, a gente sabe que não há nada de novo no “reino do marketing”.

Dinheiro que poderia ser melhor aplicado

Eu já comentei, aqui no Promoview, que realmente acho esses investimentos gigantescos em propaganda algo desnecessário. Principalmente no momento que vivemos.

Me parece, no mínimo, uma falta de empatia gastar milhões para aparecer no reality, enquanto a grande maioria da população não sabe o dia de amanhã. E olha que eu me tornei uma fã de BBB nas últimas duas edições.

Nas redes sociais do Promoview, após a publicação do post anunciando que o Méqui colocaria os itens da festa à venda, houve muito burburinho.

Vendo os comentários, dois me chamaram a atenção. O primeiro deles foi um simples “E daí?”.

Realmente, o que essa ação de marketing realmente agregou para o consumidor final ou para a sociedade de modo geral?

Ninguém ganhou um brinde, nenhuma ação de brand experience, nem social, nem nada do gênero. Ou seja, apenas o McDonald's fazendo mais do mesmo.

Segundo comentário, parabenizou a marca, mas questionou se a marca iria destinar a arrecadação das vendas para alguma ONG. E aqui, volto a bater na tecla que levantei algumas vezes aqui no Promoview, a falta do foco em promover ações de marketing social que realmente reflitam na sociedade.

Todos os anos o McDonald's promove o McDia Feliz, onde toda a renda líquida da venda de sanduíches Big Mac é revertida para 60 instituições de combate ao câncer infantil.

Além disso, a marca também promove algumas ações por meio do Instituto Ronald McDonald. No entanto, é sempre o consumidor que, além de pagar caro pelos produtos da rede de fast-food, é quem acaba pagando pelas 'pseudo' ações sociais que o Méqui faz.

Será que o dinheiro gasto na festa do BBB, visando apenas autopromoção, não seria melhor aproveitado se fosse destinado para mais iniciativas sociais? E por que as vendas dos novos itens da festa do pijama não serão convertidas para ajudar ONGs?

Na nossa atual realidade, onde completamos um ano de pandemia, me parece falta de sensibilidade investir tanto em uma publicidade, e deixar de lado questões tão importantes.

Quantos de nós não gostaríamos de estar lado a lado de amigos, assim como os participantes do BBB, festejando, sem medo das consequências de um vírus?

Mais do que isso, quantas pessoas não gostariam de ter a fartura daquela festa?

Quero lembrar nesse post que, no último ano, por conta da pandemia, redes como McDonald's e Burger King reduziram os salários de muitos funcionários em pelo menos 25%.

Além disso, os funcionários já estão começando a “sumir” por conta da estratégia do Méqui em autoatendimento. A marca já informou que pretende incluir 1.000 lojas ao novo formato, a cada quadrimestre.  

Ou seja, menos postos de trabalho nos pontos de venda, com o pano de fundo de “inovar” e levar mais agilidade para o consumidor.

Resultados que não representam assertividade

Com esse texto quero mostrar que, apesar dos excelentes resultados, talvez essa festa no BBB não tenha sido realmente assertiva. Não pelo menos com o cenário em que vivemos.

O McDonald's é uma das marcas que está diretamente atrelada às minhas memórias. Desde minha adolescência a rede esteve presente em vários momentos únicos da minha vida.

Mas o que eu percebo é que, muitas vezes, a marca se prende ao “Vender, Vender e Vender” e se esquece de outras questões, como o impacto que ela pode ter na sociedade.

O McDonald's é gigantesco, e por isso precisa servir de exemplo para os demais.

Então, deixo aqui meu apelo para que as marcas de modo geral avaliem melhor suas ações.

Vivemos em um momento que ninguém jamais iria imaginar, onde precisamos mais do que nunca da ajuda dos gigantes do mercado.

É preciso uma nova mentalidade, focada não apenas em vender ao máximo (sendo que o faturamento em si já é grandioso), mas em trazer apoio a quem precisa, e, principalmente, ajudar outros setores que foram mais afetados, como o mercado de live marketing e de eventos. Milhares de profissionais desse setor estão desempregados.

A festa do McDonald's no BBB21 foi linda, decoração impecável, os trajes usados pelos participantes supergraciosos. Só faltou um detalhe para abrilhantar ainda mais a ação publicitária: Empatia. É disso que estamos realmente precisando no momento.

Tags: melhores-da-semana | BBB | mequi | festa-do-bbb | festa-do-mequi