PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Coca-Cola fica de fora dos anúncios do intervalo do Super Bowl

Por: Redação.. 18 de Janeiro de 2021

O Super Bowl há muito serve como uma frente de destaque para a longa guerra do refrigerante entre Coca-Cola e Pepsi. Este ano, as gigantes das bebidas travarão essa batalha em outro lugar.

A Coca-Cola disse na sexta-feira (15), que não veiculará anúncios em CBS‘Transmissão do Super Bowl LV, citando uma “escolha difícil” feita para “Garantir que estamos investindo nos recursos certos durante esses tempos sem precedentes.” 

Confira as últimas novidades do universo da publicidade aqui.

Leia também: Coca-Cola fecha patrocínio com o World Table Tennis.

O anúncio da Coca-Cola segue outro semelhante feito pela rival Pepsi, que optou por focar em seu programa anual de intervalo em vez de veicular anúncios de sua bebida carro-chefe (sua empresa controladora, PepsiCo, fará um comercial de seu refrigerante Mountain Dew junto com vários petiscos Frito-Lay (Veja aqui).

A Coca-Cola se recusou a disponibilizar executivos para comentários adicionais. A empresa gastou US$ 10 milhões em comerciais colocados na transmissão do Super Bowl LIV da Fox em 2020, de acordo com dados da Kantar, um rastreador de gastos publicitários.

Em dezembro, a empresa disse que iria demitir 2.200 funcionários, ou 17% de sua força de trabalho global, enquanto trabalhava para reduzir o número de marcas que opera. 

A Coca-Cola parou de oferecer Tab, Odwalla e Zico Coconut Water. Como muitas outras indústrias, o negócio de refrigerantes foi afetado pela pandemia do Coronavírus, que entrou em colapso em muitas ocasiões (grandes festas, participação em eventos esportivos ao vivo e exibições de filmes no cinema), onde frequentemente bebidas açucaradas são consumidas.

As decisões das empresas de bebidas de abandonar suas bebidas, sem dúvida levantar mais questões sobre os fundamentos financeiros do Super Bowl durante uma época de mudança econômica. 

A pandemia do Coronavírus forçou muitos anunciantes a cortar seus orçamentos e realocar gastos. No passado, a Pepsi aniquilou a atividade do Super Bowl durante outro período de crise. 

Em 2010, quando o país se recuperou de uma recessão severa, Pepsi decidiu não veicular anúncios para nenhuma de suas bebidas, encerrando uma sequência de 23 anos promovendo bebidas durante o Big Game.

Tags: publicidade | coca-cola | super-bowl | comercial-da-Coca-Cola-no-Super-Bowl