Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Apenas 43% das brasileiras se sentem representadas na publicidade

Por: Redação.. 31 de Março de 2021

Dois anos após o lançamento do Projeto #ShowUs, Getty Images, Dove e Girlgaze revelam o impacto de sua parceria, com a pesquisa e download de dados da Getty Images sinalizando que a indústria de publicidade está se movendo em direção a fotografias mais autênticas e inclusivas de mulheres. 

No entanto, os dados da plataforma de insights da Getty Images, Visual GPS, sugerem que ainda há mais trabalho a ser feito por agências e marcas para representar as mulheres por meio das diferentes interseções de idade, etnia, habilidade, forma e tamanho do corpo, expressão de gênero, orientação sexual e crenças religiosas em toda a sua diversidade.

Confira as últimas novidades do universo da publicidade aqui.

Leia também: Dove se 'infiltra' em sessões de casting para promover 'Beleza Real'.

No lançamento, a ambição do projeto era a união para acabar com a definição restrita de beleza consistentemente retratada em todo o mundo, estabelecendo um novo padrão para a representação autêntica, diversa e inclusiva de mulheres e indivíduos não-binários em todo o mundo.

Realizada inteiramente por mulheres, fotógrafas e videógrafas de identificação feminina e não binários, cada indivíduo apresentado na coleção articulou pessoalmente suas próprias descrições de pesquisa e tags para suas imagens, permitindo-lhes definir como querem ser descritos, em sua própria língua, no seus próprios termos, garantindo que se sintam representados de forma realista.

O impacto do Projeto #ShowUs até agora

As imagens da biblioteca de imagens do Projeto #ShowUs foram baixadas mais de 42.000 vezes por quase 4.900 empresas em todo o mundo.

Mais de 200 fotógrafos de identificação feminina e não binários em 41 países contribuíram para a coleção - incluindo 85 novos criadores de conteúdo, agora incluindo videógrafos, desde o lançamento.

Mais de 85.000 mulheres e indivíduos não-binários demonstraram interesse em participar do #ShowUs, com quase 4.000 se inscrevendo para levantar as mãos para a campanha e aparecer na biblioteca.

Após o lançamento da coleção, as pesquisas globais de clientes em GettyImages aumentaram para 'mulher real' (até 150%), 'beleza natural' (mais de 100%) e 'corpo positivo' (mais de 470%) enquanto novos termos de pesquisa apareceram como 'sem retoques' e 'mulher autêntica'.

Ainda é um caminho longo a percorrer para agências e marcas. E ainda há muito trabalho a ser feito. 

Em uma pesquisa realizada para Getty Images Visual GPS, apenas 43% das mulheres brasileiras disseram que estão bem representadas na publicidade e apenas 23% se consideram bem representadas nas comunicações das empresas que fazem negócios.

Além disso, das mulheres que relataram se sentir discriminadas, 64% delas afirmaram que é por causa do corpo, forma física ou tamanho e 37% relataram discriminação por causa de como se parecem, se vestem ou se apresentam.

Vencedores da última bolsa #ShowUs são revelados quando a próxima bolsa abre inscrições

Como uma extensão do projeto, o Getty Images #ShowUs Grant foi lançado em 2020, para fornecer apoio financeiro e de mentoria a mulheres, fotógrafas comerciais e cinegrafistas de identificação feminina e não binários de todo o mundo que estão usando seus talentos para criar histórias visuais inclusivas de forma autêntica representando mulheres, indivíduos com identificação feminina e não binários.

A bolsa mais recente concedeu valores de US $ 5.000 para artistas emergentes que foram convidados a se inscrever contra o briefing de criação de histórias visuais inclusivas sobre o tema ‘Relações femininas’. 

Stephanie Bell, uma produtora de mídia, cineasta e escritora moradora de Los Angeles que visa inspirar, capacitar e elevar as mulheres por meio de conceitos criativos e contação de histórias foi uma das vencedoras. 

O projeto vencedor de Stephanie se concentra em documentar a importância das lojas e salões de beleza de propriedade de negros em Los Angeles.

O segundo vencedor foi Nwando Ebeledike, que é um fotógrafo documental nigeriano residente em Londres que é inspirado pela alteridade/realidades alternativas, encontrando várias formas de vida e fundindo essas várias realidades para obter uma melhor compreensão da vida. 

O projeto vencedor de Nwando se concentra em contar histórias da comunidade "queer" na Nigéria, onde a realidade de uma pessoa pode ser tanto um tabu quanto punível por lei.

Getty Images, Dove e Girlgaze estão agora convocando artistas emergentes para se inscreverem para a próxima edição, que concederá duas bolsas de US$ 5.000 para mulheres, indivíduos que se identificam como mulheres e não binários que se inscrevam seguindo o ideal de representar a liderança feminina e não-binária em todas as suas formas.

Tags: publicidade | getty-images | Dove | publicidade-brasileira | girlaze