Canal
Mkt Social

'Projeto Circulando' busca parcerias para confecção de máscaras

Por: Redação. 19 de Maio de 2020

Até o momento, São Paulo, o Estado mais populoso do país, tem mais de 11.500 casos confirmados de pessoas infectadas pelo Covid-19, de acordo com dados do Ministério da Saúde de quinta-feira (16/4). 

Com o cenário indefinido, a única certeza é a necessidade de proteção das pessoas que estão na linha de frente da pandemia.

O melhor do marketing social está aqui.

Com esta preocupação, o “Projeto Circulando”, responsável por iniciativas que priorizam a inovação e sustentabilidade, reorganizou prioridades e lançou uma campanha para confecção e distribuição gratuita de máscaras. 

O projeto é idealizado pela Circle, aceleradora de empresas e empreendedores das áreas de marketing, gestão e vendas.

A campanha de mobilização acontece nas redes sociais e conta com o apoio de Ivan Moré. O comunicador abraçou a causa e divulgou o vídeo da campanha em seu canal do Instagram, convidando as pessoas a participarem: “Quanto mais máscaras nós fizermos, maior será o combate ao Coronavírus. Vamos juntos nessa luta?”.

A ação de marketing social convida empresas e pessoas a doar materiais como tecido, aviamentos e elástico ou qualquer quantia em dinheiro. 

A fabricação das máscaras ficará por conta de ONGs como a Igreja Projeto Viver (localizada na Capital paulista), e de costureiras voluntárias ou remuneradas pelo projeto da Circle.

A costureira Andrea Giordano Ferreira faz parte do importante time de voluntariado. Ela tem um ateliê e se colocou à disposição do projeto, além de doar materiais e angariar mais costureiras para ajudar na costura. “Não podia fechar os olhos para uma situação como essa. Tem muita gente sem máscara, precisando de uma.”, diz Andrea. 

Com a parceria da empresa Rosset Têxtil, que disponibilizou o tecido, inicialmente o projeto prevê a confecção de 10.000 máscaras que serão distribuídas em hospitais, ONGs, supermercados e para entregadores. Porém, com a arrecadação de recursos, a meta é chegar a 1 milhão de máscaras, feitas com o tecido em duas camadas, de acordo com orientação da Organização Mundial da Saúde.

Fabiana Schaeffer

“Estamos à frente de importantes projetos sustentáveis, precisávamos fazer algo também para ajudar a conter o contágio do Coronavírus, principalmente as pessoas que neste momento têm que se expor, trabalhando. E percebemos que a população, mesmo dentro de casa, também quer de alguma forma ajudar, e esse foi o gancho para viabilizarmos o projeto.”, explica Fabiana Schaeffer, COO da Circle.

As máscaras são entregues à medida que ficam prontas em escala. Parte das máscaras já foram entregues para o hospital Servidor Público Estadual e na ONG Casa de Oração do Povo de Rua. 

A ação acontece por tempo indeterminado. A demanda é grande e o “Projeto Circulando” continuará confeccionando e entregando as máscaras enquanto estiver recebendo doações, tendo em vista a recomendação de que as pessoas continuem usando as máscaras mesmo com o fim do isolamento social.

Interessados em realizar as doações de materiais devem entrar em contato com a Circle Aceleradora pelo [email protected]. Já as doações em dinheiro deverão ser feitas para:

Banco Santander
Agência 4251
Conta corrente: 13006566-3
Sitael Intermediações de Negócios, Pagamentos e Participações S.A.
CNPJ: 33.330.067/0001-43

 

Tags: Responsabilidade Social | São Paulo | netza | circle-aceleradora | Coronavírus | Covid-19 | Projeto Circulando